Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Marcelo Freixo: Política não pode ser movida por ódio 'Chega de inimigos'



09/11/2019 | 13:21


O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) chegou há pouco para o ato político em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. "A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi arbitrária. Foi um movimento de injustiça que a gente não quer ver para ninguém", disse.

Para Freixo, a soltura de Lula aponta para um momento de reorganização da política brasileira e de uma "frente ampla" da esquerda. "Lula em liberdade podendo rodar o País em um momento tão importante para a democracia é fundamental."

"É um momento de reafirmar a democracia. A política não pode ser movida por ódio. Chega de ódio, chega de inimigos. A gente pode ter diferenças políticas. Perdemos uma eleição, não perdemos o País."

Freixo também afirmou que é preciso melhorar o patamar da política. "Chega de rancor. Por que falar em fechamento do Congresso? Como é que em plena democracia a gente está falando de AI-5?", disse o deputado federal pelo PSOL do Rio de Janeiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Marcelo Freixo: Política não pode ser movida por ódio 'Chega de inimigos'


09/11/2019 | 13:21


O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) chegou há pouco para o ato político em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. "A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi arbitrária. Foi um movimento de injustiça que a gente não quer ver para ninguém", disse.

Para Freixo, a soltura de Lula aponta para um momento de reorganização da política brasileira e de uma "frente ampla" da esquerda. "Lula em liberdade podendo rodar o País em um momento tão importante para a democracia é fundamental."

"É um momento de reafirmar a democracia. A política não pode ser movida por ódio. Chega de ódio, chega de inimigos. A gente pode ter diferenças políticas. Perdemos uma eleição, não perdemos o País."

Freixo também afirmou que é preciso melhorar o patamar da política. "Chega de rancor. Por que falar em fechamento do Congresso? Como é que em plena democracia a gente está falando de AI-5?", disse o deputado federal pelo PSOL do Rio de Janeiro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;