Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Inep proíbe aplicadores do Enem de entrar com celular nas salas de aula



09/11/2019 | 10:07


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) proibiu os aplicadores das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de entrar com celulares nas salas onde as provas serão aplicadas neste domingo, 10. A medida é uma resposta à divulgação, no último fim de semana, de uma foto da prova de Redação nas redes sociais enquanto os candidatos ainda faziam o teste.

Segundo a assessoria do Inep, até o fim de semana passado, os aplicadores eram orientados a guardar os celulares em envelopes ou porta-objetos - assim como ocorre com aqueles que vão participar da prova. Agora, os celulares não poderão ficar nas salas, nem mesmo dentro dos envelopes fechados.

No último domingo, minutos após o início do Enem, já circulava nas redes sociais a imagem da página com a proposta da Redação, que abordou a democratização do acesso ao cinema. A Polícia Federal investiga o caso.

Na ocasião, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi às redes sociais e disse que a investigação já estava sendo feita pela PF, que teria identificado o autor do vazamento. Ele provavelmente é do Estado de Pernambuco. "A foto é verdadeira, mas em nada compromete a realização da prova. Todos os procedimentos de segurança já tinham sido feitos, a prova já tinha sido distribuída e alguém tirou uma foto e colocou nas redes", disse o ministro. "Não compromete em nada, tudo segue normal. A PF vai identificar a pessoa responsável e tomar as providências legais."

Para os estudantes, o uso dos celulares segue proibido. Os candidatos têm de colocar os aparelhos dentro de envelope porta-objetos entregue antes do início da prova. Os aparelhos devem estar desligados e, se possível, deve-se remover a bateria - caso emitam algum som, mesmo dentro do envelope, o candidato será eliminado.

No domingo passado, 376 candidatos foram eliminados, segundo o Inep, por uso de equipamento eletrônico, por não atender a orientações dos fiscais, entre outras irregularidades. Mais de 3,9 milhões de estudantes realizaram a prova.

Segunda etapa do Enem

Neste domingo, os alunos realizam as provas de Matemática e Ciências da Natureza. Os candidatos terão cinco horas para resolver as questões. Os portões serão abertos ao meio-dia, pelo horário de Brasília, e fechados às 13 horas. Os alunos devem levar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente, e documento de identificação oficial com foto, original.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Inep proíbe aplicadores do Enem de entrar com celular nas salas de aula


09/11/2019 | 10:07


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) proibiu os aplicadores das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de entrar com celulares nas salas onde as provas serão aplicadas neste domingo, 10. A medida é uma resposta à divulgação, no último fim de semana, de uma foto da prova de Redação nas redes sociais enquanto os candidatos ainda faziam o teste.

Segundo a assessoria do Inep, até o fim de semana passado, os aplicadores eram orientados a guardar os celulares em envelopes ou porta-objetos - assim como ocorre com aqueles que vão participar da prova. Agora, os celulares não poderão ficar nas salas, nem mesmo dentro dos envelopes fechados.

No último domingo, minutos após o início do Enem, já circulava nas redes sociais a imagem da página com a proposta da Redação, que abordou a democratização do acesso ao cinema. A Polícia Federal investiga o caso.

Na ocasião, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi às redes sociais e disse que a investigação já estava sendo feita pela PF, que teria identificado o autor do vazamento. Ele provavelmente é do Estado de Pernambuco. "A foto é verdadeira, mas em nada compromete a realização da prova. Todos os procedimentos de segurança já tinham sido feitos, a prova já tinha sido distribuída e alguém tirou uma foto e colocou nas redes", disse o ministro. "Não compromete em nada, tudo segue normal. A PF vai identificar a pessoa responsável e tomar as providências legais."

Para os estudantes, o uso dos celulares segue proibido. Os candidatos têm de colocar os aparelhos dentro de envelope porta-objetos entregue antes do início da prova. Os aparelhos devem estar desligados e, se possível, deve-se remover a bateria - caso emitam algum som, mesmo dentro do envelope, o candidato será eliminado.

No domingo passado, 376 candidatos foram eliminados, segundo o Inep, por uso de equipamento eletrônico, por não atender a orientações dos fiscais, entre outras irregularidades. Mais de 3,9 milhões de estudantes realizaram a prova.

Segunda etapa do Enem

Neste domingo, os alunos realizam as provas de Matemática e Ciências da Natureza. Os candidatos terão cinco horas para resolver as questões. Os portões serão abertos ao meio-dia, pelo horário de Brasília, e fechados às 13 horas. Os alunos devem levar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente, e documento de identificação oficial com foto, original.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;