Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Azulão inicia luta pelo título da Copa Paulista em Piracicaba

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em crise financeira, time se blinda antes de desafiar o XV; segundo jogo é no Anacleto


Anderson Fattori
Do dgabc.com.br

09/11/2019 | 07:00


São Caetano e XV de Piracicaba, as duas melhores equipes somadas todas as fases da Copa Paulista, começam a decidir hoje, às 18h, quem leva o título da competição e, consequentemente, escolhe entre uma vaga na Série D do Brasileiro ou na Copa do Brasil – o vice fica com o prêmio restante. O primeiro duelo será no Barão de Serra Negra e a volta, no próximo sábado, no Anacleto Campanella.

O São Caetano tem adotado o mistério e blindado seus jogadores. Mergulhado em crise administrativa e com dificuldade financeira para cumprir o pagamento dos salários, o Azulão não tem permitido o acesso da imprensa aos treinamentos. Assim, fica difícil imaginar qualquer mudança que o técnico Marcelo Vilar possa fazer em relação ao time que derrotou o EC São Bernardo por 1 a 0, semana passada, na semifinal. A principal dúvida é o goleiro Tom, que foi substituído no intervalo por causa de desconforto muscular. Caso não possa atuar, entra Luiz Daniel.

No geral, os jogadores e a comissão técnica têm adotado discurso semelhante, de que nada será decidido na primeira partida e o importante é trazer bom resultado para o duelo de volta. Decidir em casa é a única vantagem do São Caetano, já que dois resultados iguais levam a disputa do título aos pênaltis, fato que aconteceu em cinco das últimas seis finais – a exceção foi o Santo André, em 2014, campeão contra o Botafogo de Ribeirão Preto.

“Toda final é importante. E, mesmo com pouco tempo de São Caetano, jogar uma decisão é bastante gratificante. Para isso que trabalhamos todos os dias. Se Deus quiser, vamos sair com o título”, comentou o lateral-direito Lucas Mendes, que desbanca Alex Reinaldo, antigo titular. “Precisamos manter o que está sendo feito e prestar atenção aos detalhes. Precisamos ir conscientes para Piracicaba, sabendo o que é preciso fazer para conseguirmos bom resultado”, finalizou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Azulão inicia luta pelo título da Copa Paulista em Piracicaba

Em crise financeira, time se blinda antes de desafiar o XV; segundo jogo é no Anacleto

Anderson Fattori
Do dgabc.com.br

09/11/2019 | 07:00


São Caetano e XV de Piracicaba, as duas melhores equipes somadas todas as fases da Copa Paulista, começam a decidir hoje, às 18h, quem leva o título da competição e, consequentemente, escolhe entre uma vaga na Série D do Brasileiro ou na Copa do Brasil – o vice fica com o prêmio restante. O primeiro duelo será no Barão de Serra Negra e a volta, no próximo sábado, no Anacleto Campanella.

O São Caetano tem adotado o mistério e blindado seus jogadores. Mergulhado em crise administrativa e com dificuldade financeira para cumprir o pagamento dos salários, o Azulão não tem permitido o acesso da imprensa aos treinamentos. Assim, fica difícil imaginar qualquer mudança que o técnico Marcelo Vilar possa fazer em relação ao time que derrotou o EC São Bernardo por 1 a 0, semana passada, na semifinal. A principal dúvida é o goleiro Tom, que foi substituído no intervalo por causa de desconforto muscular. Caso não possa atuar, entra Luiz Daniel.

No geral, os jogadores e a comissão técnica têm adotado discurso semelhante, de que nada será decidido na primeira partida e o importante é trazer bom resultado para o duelo de volta. Decidir em casa é a única vantagem do São Caetano, já que dois resultados iguais levam a disputa do título aos pênaltis, fato que aconteceu em cinco das últimas seis finais – a exceção foi o Santo André, em 2014, campeão contra o Botafogo de Ribeirão Preto.

“Toda final é importante. E, mesmo com pouco tempo de São Caetano, jogar uma decisão é bastante gratificante. Para isso que trabalhamos todos os dias. Se Deus quiser, vamos sair com o título”, comentou o lateral-direito Lucas Mendes, que desbanca Alex Reinaldo, antigo titular. “Precisamos manter o que está sendo feito e prestar atenção aos detalhes. Precisamos ir conscientes para Piracicaba, sabendo o que é preciso fazer para conseguirmos bom resultado”, finalizou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;