Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

UBS de S.Caetano aumenta em 117% atendimentos com horário expandido

Aline Melo/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cidade inaugurou na tarde de ontem terceiro equipamento no Programa Saúde Hora Extra


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

08/11/2019 | 07:00


A UBS Dolores Massei (São José) registrou aumento de 117% nos atendimentos realizados em outubro, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram 1.319 serviços de saúde prestados, contra 607 no período anterior. A unidade foi a segunda do município a aderir ao Programa Saúde Hora Extra, que amplia o horário de atendimento durante a semana para até as 21h (sendo que a partir das 17h os atendimentos são para demandas espontâneas) e abertura aos sábados, das 8h às 12h, também para consultas sem hora marcada. Além dessa unidade, a UBS Ivanhoé Espósito (Barcelona) também integra o programa e registrou aumento nos atendimentos de 56,5% em agosto, 100% em setembro e 59,7% em outubro.

Na tarde de ontem, a Prefeitura inaugurou a terceira unidade dentro do programa, a UBS Nair Spina Benedicts (bairro Oswaldo Cruz). O equipamento passou três meses em reforma para troca de forro e telhado, implantação do sistema de ar-condicionado, pinturas interna e externa, além da criação de consultório e novas entrada e saída para pacientes. A administração investiu R$ 180 mil nas melhorias.

O prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), destacou que o objetivo central do programa é “descomprimir o sistema de urgência e emergência”. “Depende muito da população se acostumar a buscar as UBSs que integram o programa. Nesse ponto, os agentes comunitários de saúde, que fazem parte do PSF (Programa Saúde da Família), são vetores fundamentais na disseminação da comunicação e na mudança de cultura”, declarou.

A secretária de Saúde, Regina Maura Zettone, pontuou que a aceitação da população tem sido crescente e que os atendimentos são liberados também para população referenciada em outras unidades. “Após esse atendimento, se houver necessidade, o paciente é encaminhado a um pronto-socorro ou à UBS de referência, para que entre na rede de saúde”, completou.

A expectativa da administração é a de que até o fim do ano quatro unidades estejam funcionando até 21h de segunda a sexta-feira e das 8h às 12h aos sábados. A próxima a integrar o programa é a UBS Amélia Richard Locatelli (Santa Maria). Nas duas unidades onde o horário expandido já havia sido implementado, a média de atendimentos aos sábados e das 17h às 21h representa 13% do total.

Segundo a administração, o Programa Saúde Hora Extra está sendo mantido apenas com recursos municipais. A iniciativa do governo federal Saúde na Hora, que aumenta o repasse para as equipes de saúde da família para cidades que aumentarem o horário das UBSs, ainda não contempla São Caetano. “Já manifestamos interesse em aderir, mas até o momento não houve retorno do Ministério da Saúde”, destacou a secretária de Saúde.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

UBS de S.Caetano aumenta em 117% atendimentos com horário expandido

Cidade inaugurou na tarde de ontem terceiro equipamento no Programa Saúde Hora Extra

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

08/11/2019 | 07:00


A UBS Dolores Massei (São José) registrou aumento de 117% nos atendimentos realizados em outubro, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram 1.319 serviços de saúde prestados, contra 607 no período anterior. A unidade foi a segunda do município a aderir ao Programa Saúde Hora Extra, que amplia o horário de atendimento durante a semana para até as 21h (sendo que a partir das 17h os atendimentos são para demandas espontâneas) e abertura aos sábados, das 8h às 12h, também para consultas sem hora marcada. Além dessa unidade, a UBS Ivanhoé Espósito (Barcelona) também integra o programa e registrou aumento nos atendimentos de 56,5% em agosto, 100% em setembro e 59,7% em outubro.

Na tarde de ontem, a Prefeitura inaugurou a terceira unidade dentro do programa, a UBS Nair Spina Benedicts (bairro Oswaldo Cruz). O equipamento passou três meses em reforma para troca de forro e telhado, implantação do sistema de ar-condicionado, pinturas interna e externa, além da criação de consultório e novas entrada e saída para pacientes. A administração investiu R$ 180 mil nas melhorias.

O prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), destacou que o objetivo central do programa é “descomprimir o sistema de urgência e emergência”. “Depende muito da população se acostumar a buscar as UBSs que integram o programa. Nesse ponto, os agentes comunitários de saúde, que fazem parte do PSF (Programa Saúde da Família), são vetores fundamentais na disseminação da comunicação e na mudança de cultura”, declarou.

A secretária de Saúde, Regina Maura Zettone, pontuou que a aceitação da população tem sido crescente e que os atendimentos são liberados também para população referenciada em outras unidades. “Após esse atendimento, se houver necessidade, o paciente é encaminhado a um pronto-socorro ou à UBS de referência, para que entre na rede de saúde”, completou.

A expectativa da administração é a de que até o fim do ano quatro unidades estejam funcionando até 21h de segunda a sexta-feira e das 8h às 12h aos sábados. A próxima a integrar o programa é a UBS Amélia Richard Locatelli (Santa Maria). Nas duas unidades onde o horário expandido já havia sido implementado, a média de atendimentos aos sábados e das 17h às 21h representa 13% do total.

Segundo a administração, o Programa Saúde Hora Extra está sendo mantido apenas com recursos municipais. A iniciativa do governo federal Saúde na Hora, que aumenta o repasse para as equipes de saúde da família para cidades que aumentarem o horário das UBSs, ainda não contempla São Caetano. “Já manifestamos interesse em aderir, mas até o momento não houve retorno do Ministério da Saúde”, destacou a secretária de Saúde.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;