Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Av.Portugal se consolida como polo gastronômico

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Via passa a acolher restaurantes tradicionais, atrai outras redes e aumenta 80% volume de empregos


Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

08/11/2019 | 07:41


Quem passa pelo 1,9 quilômetro da Avenida Portugal, no Jardim Bela Vista, em Santo André, notou que nos últimos dois anos a via passou por transformação comercial, virando um dos principais polos gastronômicos do Grande ABC e com a chegada de restaurantes tradicionais.

Se anteriormente apenas as padarias Bella Vitória e Portugal e o Frans Café eram estabelecimentos conhecidos no ramo, agora o cliente tem à disposição Coco Bambu, especializado em frutos do mar; as hamburguerias Madero e Bullguer; e a pizzaria Domino’s. E outras marcas projetam abertura na avenida.

Os dados estimados pelo Sehal (Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação) corroboram a mudança do perfil da via. Houve acréscimo de 80% no número de empregos na comparação entre 2018 e 2019 – atualmente são em torno de 450 trabalhadores no local.

De acordo com o presidente da entidade da região, Beto Moreira, o destino despontou principalmente pela localização. “É um bairro bom, que tem um consumo diferenciado na cidade e se distancia dos destinos com bares noturnos. Ou seja, é um público diferente da Rua das Figueiras (localizada no bairro Jardim, em Santo André) ou da Avenida Kennedy (no Jardim do Mar, em São Bernardo). Há maior frequência de famílias que buscam opções gastronômicas”, comentou.

A hamburgueria Madero abriu seu contêiner em 2017, na parte alta da Avenida Portugal. No ano seguinte, foi a vez de o Coco Bambu inaugurar seu estabelecimento. O Bullguer ocupou o espaço deixado pelo Subway em junho. A Domino’s também chegou ao local neste ano. Há possibilidade de uma unidade da tradicional churrascaria Fogo de Chão se instalar em imóvel onde antes funcionava a clínica de exames Delboni Auriemo – a informação ainda não foi confirmada pela rede.

A Tico’s Burger, hamburgueria artesanal, é outra a apostar na Avenida Portugal. Tiago Stabile, dono da marca, elogiou a via. “Com duas unidades em Santo André em shoppings da cidade, já conhecemos bem o mercado local e sabemos do potencial para abrir mais uma unidade, desta vez um restaurante de rua e a Avenida Portugal se configura como uma excelente opção.”

O prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), também citou as características da cidade como atrativos – “é larga, sem tanto trânsito, próxima ao Centro” –, mas considerou que os grandes grupos sentiram confiança em investir na cidade desde 2017. “A questão da geração de empregos é fundamental. Santo André ainda passa por transformação (comercial e industrial) e esse é um dos nossos grandes desafios, pela redescoberta da vocação. Talvez não tenha só uma vocação. Mas a questão da gastronomia, sem dúvida, é algo real, a cidade tem se tornado polo. Hoje Santo André se consolida como polo gastrônomico da região e a geração de emprego vem junto com isso”, discorreu. “É uma alternativa ao bairro Jardim, que também é uma região gastronômica da cidade.”

Segundo o coordenador de estudos do observatório econômico da Universidade Metodista de São Paulo, Sandro Maskio, essas regiões podem se desenvolver por aglomeração de estabelecimentos. “É uma tendência. Um restaurante mais próximo do outro é mais atrativo e permite com que o público escolha entre as opções”, afirmou, destacando que, apesar da crise econômica dos últimos anos, a região demanda esse serviço. “É interessante criar uma área voltada ao segmento, importante para geração de negócios, emprego e circulação de dinheiro na região. O Grande ABC até demorou para ter um polo gastronômico mais estruturado, em comparação com São Paulo, que possui regiões como Moema, por exemplo.”
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Av.Portugal se consolida como polo gastronômico

Via passa a acolher restaurantes tradicionais, atrai outras redes e aumenta 80% volume de empregos

Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

08/11/2019 | 07:41


Quem passa pelo 1,9 quilômetro da Avenida Portugal, no Jardim Bela Vista, em Santo André, notou que nos últimos dois anos a via passou por transformação comercial, virando um dos principais polos gastronômicos do Grande ABC e com a chegada de restaurantes tradicionais.

Se anteriormente apenas as padarias Bella Vitória e Portugal e o Frans Café eram estabelecimentos conhecidos no ramo, agora o cliente tem à disposição Coco Bambu, especializado em frutos do mar; as hamburguerias Madero e Bullguer; e a pizzaria Domino’s. E outras marcas projetam abertura na avenida.

Os dados estimados pelo Sehal (Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação) corroboram a mudança do perfil da via. Houve acréscimo de 80% no número de empregos na comparação entre 2018 e 2019 – atualmente são em torno de 450 trabalhadores no local.

De acordo com o presidente da entidade da região, Beto Moreira, o destino despontou principalmente pela localização. “É um bairro bom, que tem um consumo diferenciado na cidade e se distancia dos destinos com bares noturnos. Ou seja, é um público diferente da Rua das Figueiras (localizada no bairro Jardim, em Santo André) ou da Avenida Kennedy (no Jardim do Mar, em São Bernardo). Há maior frequência de famílias que buscam opções gastronômicas”, comentou.

A hamburgueria Madero abriu seu contêiner em 2017, na parte alta da Avenida Portugal. No ano seguinte, foi a vez de o Coco Bambu inaugurar seu estabelecimento. O Bullguer ocupou o espaço deixado pelo Subway em junho. A Domino’s também chegou ao local neste ano. Há possibilidade de uma unidade da tradicional churrascaria Fogo de Chão se instalar em imóvel onde antes funcionava a clínica de exames Delboni Auriemo – a informação ainda não foi confirmada pela rede.

A Tico’s Burger, hamburgueria artesanal, é outra a apostar na Avenida Portugal. Tiago Stabile, dono da marca, elogiou a via. “Com duas unidades em Santo André em shoppings da cidade, já conhecemos bem o mercado local e sabemos do potencial para abrir mais uma unidade, desta vez um restaurante de rua e a Avenida Portugal se configura como uma excelente opção.”

O prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), também citou as características da cidade como atrativos – “é larga, sem tanto trânsito, próxima ao Centro” –, mas considerou que os grandes grupos sentiram confiança em investir na cidade desde 2017. “A questão da geração de empregos é fundamental. Santo André ainda passa por transformação (comercial e industrial) e esse é um dos nossos grandes desafios, pela redescoberta da vocação. Talvez não tenha só uma vocação. Mas a questão da gastronomia, sem dúvida, é algo real, a cidade tem se tornado polo. Hoje Santo André se consolida como polo gastrônomico da região e a geração de emprego vem junto com isso”, discorreu. “É uma alternativa ao bairro Jardim, que também é uma região gastronômica da cidade.”

Segundo o coordenador de estudos do observatório econômico da Universidade Metodista de São Paulo, Sandro Maskio, essas regiões podem se desenvolver por aglomeração de estabelecimentos. “É uma tendência. Um restaurante mais próximo do outro é mais atrativo e permite com que o público escolha entre as opções”, afirmou, destacando que, apesar da crise econômica dos últimos anos, a região demanda esse serviço. “É interessante criar uma área voltada ao segmento, importante para geração de negócios, emprego e circulação de dinheiro na região. O Grande ABC até demorou para ter um polo gastronômico mais estruturado, em comparação com São Paulo, que possui regiões como Moema, por exemplo.”
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;