Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 14 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Na onde do som dos clássicos

Rita Costa/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Banda Hurricanes aposta em rock dos anos 1960 e 1970 e tem revelado seu primeiro single


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

08/11/2019 | 07:00


Viajar por uma sonoridade poderosa e marcante é o que motiva o trabalho do grupo Hurricanes. A banda, montada na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, em 2016, aposta as fichas no desafio de fazer com que a paixão dos integrantes por um rock clássico de mais de quatro décadas atrás se mantenha viva e que esse sentimento consiga se conectar com o público de maneira atemporal.

“Construir um repertório forte e coeso só de músicas dos anos 1960 e 1970 é superdifícil. A nossa ideia é que o público realmente tenha uma experiência imersiva e que a gente possa passar a nossa energia e nosso amor por essas duas décadas do rock”, explica o guitarrista Léo Mayer.

Nas últimas temporadas, o quarteto trouxe suas atividades para São Paulo atrás de voos maiores em circuito ampliado e tem colocado o Grande ABC em sua agenda. Em outubro, por exemplo, passaram por Santo André como atração do Okto Beers Fest, que lotou o Paço Municipal. “Nosso show é muito espontâneo. Temos vários momentos com jams, então muita coisa é criada em cima do palco na hora da apresentação, além do tradicional ensaio. Mesclamos canções de outros artistas com as nossas autorais”, comenta, lembrando com carinho da performance no evento. “O show em Santo André foi incrível! Podemos afirmar que a região é, sim, muito roqueira e que o público é fanático por rock.”

O próximo compromisso local ocorre hoje à noite, a partir das 23h, no andreense Santo Rock Bar (Rua das Bandeiras, 421. Tel.: 94734-2688), no bairro Jardim, com entrada a R$ 20. A programação do grupo abre espaço também para retorno ao Bar Rock Club (Rua José Bonifacio, 90. Tel.: 99194-0111), no Centro, em São Bernardo.

Além da guitarra de Léo Mayer, o Hurricanes também conta com a voz de Rodrigo Cezimbra, a bateria de Guilherme Moraes e o contrabaixo de Gabriel Braga Nunes, este último conhecido do grande público por seu trabalho como ator em novelas, como Insensato Coração e Novo Mundo, e filmes, casos de O Homem do Futuro e Chatô, o Rei do Brasil. O repertório se apoia em sucessos de The Doors, Led Zeppelin, The Rolling Stones e outros conjuntos lendários, mas grande parte das atenções está em volta da recepção sobre o single Through The Lights, já disponível nas plataformas digitais de música e também no YouTube. A canção servirá de referência para o primeiro EP da banda, ainda em desenvolvimento.

Enquanto o projeto está no forno, o contato ao vivo com o público alimenta a energia dos rapazes. “Estamos muito ansiosos para voltar a Santo André, reencontrar a galera do Grande ABC e fazer nossa estreia no Santo Rock Bar. Posso adiantar que vamos deixar toda nossa energia em cima do palco”, afirma Mayer.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Na onde do som dos clássicos

Banda Hurricanes aposta em rock dos anos 1960 e 1970 e tem revelado seu primeiro single

Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

08/11/2019 | 07:00


Viajar por uma sonoridade poderosa e marcante é o que motiva o trabalho do grupo Hurricanes. A banda, montada na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, em 2016, aposta as fichas no desafio de fazer com que a paixão dos integrantes por um rock clássico de mais de quatro décadas atrás se mantenha viva e que esse sentimento consiga se conectar com o público de maneira atemporal.

“Construir um repertório forte e coeso só de músicas dos anos 1960 e 1970 é superdifícil. A nossa ideia é que o público realmente tenha uma experiência imersiva e que a gente possa passar a nossa energia e nosso amor por essas duas décadas do rock”, explica o guitarrista Léo Mayer.

Nas últimas temporadas, o quarteto trouxe suas atividades para São Paulo atrás de voos maiores em circuito ampliado e tem colocado o Grande ABC em sua agenda. Em outubro, por exemplo, passaram por Santo André como atração do Okto Beers Fest, que lotou o Paço Municipal. “Nosso show é muito espontâneo. Temos vários momentos com jams, então muita coisa é criada em cima do palco na hora da apresentação, além do tradicional ensaio. Mesclamos canções de outros artistas com as nossas autorais”, comenta, lembrando com carinho da performance no evento. “O show em Santo André foi incrível! Podemos afirmar que a região é, sim, muito roqueira e que o público é fanático por rock.”

O próximo compromisso local ocorre hoje à noite, a partir das 23h, no andreense Santo Rock Bar (Rua das Bandeiras, 421. Tel.: 94734-2688), no bairro Jardim, com entrada a R$ 20. A programação do grupo abre espaço também para retorno ao Bar Rock Club (Rua José Bonifacio, 90. Tel.: 99194-0111), no Centro, em São Bernardo.

Além da guitarra de Léo Mayer, o Hurricanes também conta com a voz de Rodrigo Cezimbra, a bateria de Guilherme Moraes e o contrabaixo de Gabriel Braga Nunes, este último conhecido do grande público por seu trabalho como ator em novelas, como Insensato Coração e Novo Mundo, e filmes, casos de O Homem do Futuro e Chatô, o Rei do Brasil. O repertório se apoia em sucessos de The Doors, Led Zeppelin, The Rolling Stones e outros conjuntos lendários, mas grande parte das atenções está em volta da recepção sobre o single Through The Lights, já disponível nas plataformas digitais de música e também no YouTube. A canção servirá de referência para o primeiro EP da banda, ainda em desenvolvimento.

Enquanto o projeto está no forno, o contato ao vivo com o público alimenta a energia dos rapazes. “Estamos muito ansiosos para voltar a Santo André, reencontrar a galera do Grande ABC e fazer nossa estreia no Santo Rock Bar. Posso adiantar que vamos deixar toda nossa energia em cima do palco”, afirma Mayer.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;