Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Não há ideia de ter o Coaf 'embaixo do BC' para sempre, diz Campos Neto



06/11/2019 | 14:09


O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, sinalizou nesta quarta-feira, 6, durante audiência pública na Câmara dos Deputados, que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) pode não ficar dentro da estrutura da instituição para sempre. O Coaf foi recentemente, por meio de medida provisória, transferido do Ministério da Economia para o BC.

"Não há ideia de ter o Coaf embaixo do BC para sempre", afirmou Campos Neto, durante audiência na Comissão de Finanças e Tributação. "Em alguns países há modelo que deixa o Coaf independente. Acho este modelo bom", afirmou. Ele acrescentou que, em outros países, o equivalente ao Coaf fica sob a estrutura da autoridade monetária. "No banco da Itália, o Coaf está embaixo do banco central", exemplificou.

Campos Neto defendeu ainda que a transferência do Coaf para o BC cumpre o objetivo de isolá-lo de influências políticas.

"O BC não quer absorver o Coaf. Nós vinculamos o Coaf", pontuou Campos Neto, lembrando que o Coaf também é um colegiado, formado por vários servidores.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Não há ideia de ter o Coaf 'embaixo do BC' para sempre, diz Campos Neto


06/11/2019 | 14:09


O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, sinalizou nesta quarta-feira, 6, durante audiência pública na Câmara dos Deputados, que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) pode não ficar dentro da estrutura da instituição para sempre. O Coaf foi recentemente, por meio de medida provisória, transferido do Ministério da Economia para o BC.

"Não há ideia de ter o Coaf embaixo do BC para sempre", afirmou Campos Neto, durante audiência na Comissão de Finanças e Tributação. "Em alguns países há modelo que deixa o Coaf independente. Acho este modelo bom", afirmou. Ele acrescentou que, em outros países, o equivalente ao Coaf fica sob a estrutura da autoridade monetária. "No banco da Itália, o Coaf está embaixo do banco central", exemplificou.

Campos Neto defendeu ainda que a transferência do Coaf para o BC cumpre o objetivo de isolá-lo de influências políticas.

"O BC não quer absorver o Coaf. Nós vinculamos o Coaf", pontuou Campos Neto, lembrando que o Coaf também é um colegiado, formado por vários servidores.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;