Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Docentes encerram greve no Colégio Metodista

Acordo fechado no TRT prevê pagamento de salários atrasados e estabilidade no emprego


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

06/11/2019 | 07:00


Após dez dias de greve, os professores do Colégio Metodista aprovaram, em assembleia na noite de ontem, o fim da paralisação. Durante a tarde, foi realizada audiência de conciliação no TRE (Tribunal Regional do Trabalho) e elaborado dissídio coletivo de greve, aprovado por unanimidade pelos docentes, que retornam hoje ao trabalho.

Presidente do Sinpro-ABC (Sindicato dos Professores do Grande ABC), José Maggio explicou que foram elencados 13 pontos, entre eles que o pagamento do terço de férias que deveria ter sido feito em junho seja acertado hoje, estabilidade de 90 dias para os professores no emprego e pagamento do salário de outubro em 11 de novembro. “Entendemos que o acordo foi bom e a categoria sai vitoriosa. Os professores deram aula de cidadania”, afirmou.

A crise do colégio já tem outras consequências além da greve encerrada ontem. Mãe de dois alunos relatou, sob anonimato, que na semana passada, a direção se recusava a falar sobre a greve e reclamou da falta de transparência. “Nos primeiros dias (da greve), quando os pais ligavam, diziam que estavam acolhendo as crianças, mas eu não pago escola para meu filho ser acolhido, quero que ele tenha aula”, afirmou. As mensalidades dos dois filhos consomem R$ 2.500 do orçamento familiar.As crianças já estão matriculadas em outra escola para o próximo ano. “Estamos insatisfeitos com a nova direção desde o começo, porém, vínhamos ponderando e acreditando no colégio. É triste e revoltante, mas é um absurdo atrás do outro”, observou. “Eu estou com os professores. Escola é feita de gente e, se não há respeito com os funcionários, não há lugar para os meus filhos.”

Reunião entre direção-geral e representantes dos pais foi realizada na noite de segunda-feira. Na ocasião, os participantes saíram frustrados com a falta de novidades por parte da escola, que apenas informou que tentaria pagar os valores devidos aos professores.

Ainda de acordo com os pais, o Colégio Metodista estaria chamando os docentes para acordo individual. “É um total desrespeito à classe e, ainda, se recusa a mandar representantes para as reuniões com o sindicato”, opinou uma das mães.

Em comunicado publicado no site, a instituição garantiu que nenhum aluno terá prejuízo pedagógico e se comprometeu a divulgar, até o fim da semana, cronograma de reposição de aulas. O texto ainda lamentou “os transtornos dos últimos dias”. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;