Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Canal Brasil exibe filme dirigido por Walter Salles sobre a tragédia de Mariana



05/11/2019 | 13:17


O Canal Brasil exibe nesta terça-feira, 5, às 21h50, o filme de ficção Quando a Terra Treme, data que marca os quatro anos da tragédia de Mariana.

Para realizar o filme, o diretor Walter Salles passou um período na cidade mineira, para ver de perto os efeitos dessa catástrofe, tendo ao seu lado a roteirista Gabriela Amaral Almeida, que usou a experiência com a população para definir personagens.

Na história, a professora Luciana (Maeve Jinkings), que perdeu tudo no rompimento da barragem, inclusive tem o marido na lista de desaparecidos, tenta superar o trauma ao lado do filho, que nutre a esperança de ter o pai de volta.

Após o período na cidade, Salles e sua equipe reuniram um vasto, que rendeu ainda o documentário Vozes de Paracatu e Bento, com depoimentos dos habitantes de Paracatu e de Bento Rodrigues.

Os fatos

No dia 5 de novembro de 2015, uma barragem se rompeu em Minas Gerais formando um rio de lama tóxica que varreu vilarejos, se estendendo por mais de 600 km, destruindo tudo que estava no caminho, desde o ecossistema do Rio Doce, centenas de desabrigados, 19 mortos e uma pessoa desaparecida.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Canal Brasil exibe filme dirigido por Walter Salles sobre a tragédia de Mariana


05/11/2019 | 13:17


O Canal Brasil exibe nesta terça-feira, 5, às 21h50, o filme de ficção Quando a Terra Treme, data que marca os quatro anos da tragédia de Mariana.

Para realizar o filme, o diretor Walter Salles passou um período na cidade mineira, para ver de perto os efeitos dessa catástrofe, tendo ao seu lado a roteirista Gabriela Amaral Almeida, que usou a experiência com a população para definir personagens.

Na história, a professora Luciana (Maeve Jinkings), que perdeu tudo no rompimento da barragem, inclusive tem o marido na lista de desaparecidos, tenta superar o trauma ao lado do filho, que nutre a esperança de ter o pai de volta.

Após o período na cidade, Salles e sua equipe reuniram um vasto, que rendeu ainda o documentário Vozes de Paracatu e Bento, com depoimentos dos habitantes de Paracatu e de Bento Rodrigues.

Os fatos

No dia 5 de novembro de 2015, uma barragem se rompeu em Minas Gerais formando um rio de lama tóxica que varreu vilarejos, se estendendo por mais de 600 km, destruindo tudo que estava no caminho, desde o ecossistema do Rio Doce, centenas de desabrigados, 19 mortos e uma pessoa desaparecida.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;