Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Salário na entrevista


Maria Sartori
Diretora da empresa de recrutamento Robert Half

05/11/2019 | 07:22


Em geral, para os candidatos, um dos temas mais delicados durante a entrevista de emprego é quando surge a pergunta: qual foi seu salário mais recente? Independentemente da sua última remuneração ter sido justa ou não, sugiro não mentir na esperança de garantir um montante mais atrativo. Quer um motivo? Eu vou te apresentar cinco:

1 – Você pode causar a própria exclusão do processo

Quando você inflaciona o próprio salário, corre o risco de ficar de fora de processos seletivos interessantes com excelentes oportunidades de crescimento dentro da companhia. Isso porque o empregador pode te considerar muito caro para as oportunidades que possui.

2 – Cedo ou tarde sua mentira será descoberta

Você corre o risco de ter o valor verdadeiro da sua última remuneração revelado por três pessoas: um recrutador experiente, que pode, inclusive, conhecer a estrutura salarial da sua antiga empresa; seus contatos de referência, que podem ser consultados sobre essa informação; e você, quando for entregar a carteira de trabalho para efetivar a contratação ou no decorrer das atividades durante alguma conversa informal.

3 – Uma mentira coloca em dúvida todas as verdades

Se em algum momento do processo seletivo ou após a contratação o empregador descobrir que você mentiu sobre a remuneração que recebia, é possível que ele passe a te ver como alguém antiético e guiado apenas pelo dinheiro. Além disso, corre-se o risco de ele passar a duvidar quanto à veracidade das demais informações do seu currículo.

4 – Há espaço para negociação

A recomendação é que, antes da entrevista, você faça uma pesquisa em anúncios de emprego e em estudos especializados, como o Guia Salarial da Robert Half, para ter certeza sobre o seu último salário em comparação ao praticado no mercado. Então, no momento da entrevista, com base nessas informações e na sua capacitação para a vaga, tente negociar a remuneração da próxima oportunidade.

5 – Empresa idônea vai oferecer remuneração justa

Bons empregadores sabem que remuneração, pacote de benefícios e oportunidade de desenvolvimento são fatores importantes para atrair e reter os melhores profissionais. Então, tente negociar a remuneração justa com base em fatos e dados. Se receber oferta abaixo da praticada pelo mercado, siga sua busca por empregador que reconheça o seu valor como profissional. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Salário na entrevista

Maria Sartori
Diretora da empresa de recrutamento Robert Half

05/11/2019 | 07:22


Em geral, para os candidatos, um dos temas mais delicados durante a entrevista de emprego é quando surge a pergunta: qual foi seu salário mais recente? Independentemente da sua última remuneração ter sido justa ou não, sugiro não mentir na esperança de garantir um montante mais atrativo. Quer um motivo? Eu vou te apresentar cinco:

1 – Você pode causar a própria exclusão do processo

Quando você inflaciona o próprio salário, corre o risco de ficar de fora de processos seletivos interessantes com excelentes oportunidades de crescimento dentro da companhia. Isso porque o empregador pode te considerar muito caro para as oportunidades que possui.

2 – Cedo ou tarde sua mentira será descoberta

Você corre o risco de ter o valor verdadeiro da sua última remuneração revelado por três pessoas: um recrutador experiente, que pode, inclusive, conhecer a estrutura salarial da sua antiga empresa; seus contatos de referência, que podem ser consultados sobre essa informação; e você, quando for entregar a carteira de trabalho para efetivar a contratação ou no decorrer das atividades durante alguma conversa informal.

3 – Uma mentira coloca em dúvida todas as verdades

Se em algum momento do processo seletivo ou após a contratação o empregador descobrir que você mentiu sobre a remuneração que recebia, é possível que ele passe a te ver como alguém antiético e guiado apenas pelo dinheiro. Além disso, corre-se o risco de ele passar a duvidar quanto à veracidade das demais informações do seu currículo.

4 – Há espaço para negociação

A recomendação é que, antes da entrevista, você faça uma pesquisa em anúncios de emprego e em estudos especializados, como o Guia Salarial da Robert Half, para ter certeza sobre o seu último salário em comparação ao praticado no mercado. Então, no momento da entrevista, com base nessas informações e na sua capacitação para a vaga, tente negociar a remuneração da próxima oportunidade.

5 – Empresa idônea vai oferecer remuneração justa

Bons empregadores sabem que remuneração, pacote de benefícios e oportunidade de desenvolvimento são fatores importantes para atrair e reter os melhores profissionais. Então, tente negociar a remuneração justa com base em fatos e dados. Se receber oferta abaixo da praticada pelo mercado, siga sua busca por empregador que reconheça o seu valor como profissional. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;