Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Terreno abandonado gera problemas a comerciantes na Av.Pereira Barreto

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Umidade, acúmulo de lixo e insetos atrapalham lojistas de Santo André


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

30/10/2019 | 07:00


Terreno localizado na Avenida Pereira Barreto, no bairro Paraíso, em Santo André, gera transtornos aos vizinhos. Em razão do mato alto e aparente abandono, o endereço virou ponto de descarte irregular de lixo, além de atrair insetos e ratos à região. Outro problema é que a falta de muro na divisa está causando umidade na parede de imóveis vizinhos.

Rogério Surian, 54 anos, consultor comercial em loja de colchões ao lado, afirma que pequenas minhocas, semelhantes ao piolho de cobra, aparecem embaixo dos produtos expostos. “Todo dia temos que fazer uma limpeza minuciosa para não gerar incômodos aos clientes, que também são incomodados por pernilongos. É uma grande dificuldade”, relata.

Há aproximadamente um ano e meio, pessoas entraram no terreno para instalação de outdoors. “Foi a última vez que vimos alguém mexendo no local e até achamos que iam começar a cuidar do espaço, mas, agora, acreditamos que as propagandas foram instaladas irregularmente, já que depois retiraram e ninguém nunca mais apareceu”, conta.

No estabelecimento, a pintura das paredes precisa ser constante, dado que a umidade mancha a tinta. Além disso, câmeras de vigilância já flagraram pessoas pulando o muro, dando sensação de insegurança aos vizinhos, que não sabem se estes indivíduos se escondem no endereço ou se estão “apenas de passagem”.

Mesmo cenário é observado por outro comerciante vizinho, há sete meses no local, que pediu para não ser identificado. Ele já ouviu boatos de que criminosos foram capturados nos terrenos e também sofre com os transtornos causados pelo abandono. “São muitos insetos e, aqui nos fundos (da loja), já apareceu até rato morto. Já reclamei na Prefeitura, eles disseram que notificaram o proprietário, mas ele não aparece”, assinala.

Em nota, a Prefeitura de Santo André esclareceu a área em questão é particular e que o proprietário foi notificado neste mês. Conforme a administração, o prazo para regularização do problema está em curso e, caso não seja realizada, os responsáveis serão autuados. A administração afirmou que o local não é ponto de descarte irregular de resíduos.

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) informou que a via recebe a varrição mecanizada e apoio da varrição manual regularmente. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Terreno abandonado gera problemas a comerciantes na Av.Pereira Barreto

Umidade, acúmulo de lixo e insetos atrapalham lojistas de Santo André

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

30/10/2019 | 07:00


Terreno localizado na Avenida Pereira Barreto, no bairro Paraíso, em Santo André, gera transtornos aos vizinhos. Em razão do mato alto e aparente abandono, o endereço virou ponto de descarte irregular de lixo, além de atrair insetos e ratos à região. Outro problema é que a falta de muro na divisa está causando umidade na parede de imóveis vizinhos.

Rogério Surian, 54 anos, consultor comercial em loja de colchões ao lado, afirma que pequenas minhocas, semelhantes ao piolho de cobra, aparecem embaixo dos produtos expostos. “Todo dia temos que fazer uma limpeza minuciosa para não gerar incômodos aos clientes, que também são incomodados por pernilongos. É uma grande dificuldade”, relata.

Há aproximadamente um ano e meio, pessoas entraram no terreno para instalação de outdoors. “Foi a última vez que vimos alguém mexendo no local e até achamos que iam começar a cuidar do espaço, mas, agora, acreditamos que as propagandas foram instaladas irregularmente, já que depois retiraram e ninguém nunca mais apareceu”, conta.

No estabelecimento, a pintura das paredes precisa ser constante, dado que a umidade mancha a tinta. Além disso, câmeras de vigilância já flagraram pessoas pulando o muro, dando sensação de insegurança aos vizinhos, que não sabem se estes indivíduos se escondem no endereço ou se estão “apenas de passagem”.

Mesmo cenário é observado por outro comerciante vizinho, há sete meses no local, que pediu para não ser identificado. Ele já ouviu boatos de que criminosos foram capturados nos terrenos e também sofre com os transtornos causados pelo abandono. “São muitos insetos e, aqui nos fundos (da loja), já apareceu até rato morto. Já reclamei na Prefeitura, eles disseram que notificaram o proprietário, mas ele não aparece”, assinala.

Em nota, a Prefeitura de Santo André esclareceu a área em questão é particular e que o proprietário foi notificado neste mês. Conforme a administração, o prazo para regularização do problema está em curso e, caso não seja realizada, os responsáveis serão autuados. A administração afirmou que o local não é ponto de descarte irregular de resíduos.

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) informou que a via recebe a varrição mecanizada e apoio da varrição manual regularmente. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;