Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Comédia do terror

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

27/10/2019 | 13:22


 É o momento de estalar os dedos. A conhecida sonoridade anuncia a chegada de A Família Addams às telonas das salas de cinema de todo o País a partir de quinta-feira (31), marcando o dia em que é comemorado o Halloween, também conhecido como Dia das Bruxas.

Com distribuição da Universal Pictures, a emblemática família volta às telas em forma de animação. Como não é de se estranhar, Gomez, Mortícia, Feioso, Wandinha, Tio Chico e Vovó Addams fazem parte do clã mais excêntrico do bairro. A mansão, instalada no alto de uma colina cercada por neblina em New Jersey, novo endereço da família, causa estranheza na vizinhança.

Wandinha ganha destaque no longa, momento em que enfrenta o desafio mais horrível de sua vida: o colegial e sua ‘entrada’ na adolescência. Quando passa a frequentar a escola local seu jeito gótico chama a atenção de todos, em especial de Parker. A menina é filha de personalidade da TV especialista em arquitetura e decoração Margô Agulheira.

A mulher está construindo uma comunidade pré-fabricada, cheia de perfeccionismo e estilo pop technicolor no bairro e fica incomodada com a mansão dos Addams, que destoa das demais residências. Margô vê um empecilho contra seu sonho – de vender todas as casas do bairro – e ser adorada para sempre como uma personalidade da TV.

O que Margô e Mortícia não contavam era com a amizade que nasceria entre suas filhas: Parker e Wandinha. Ambas desafiam as mães mudando os próprios estilos. Wandinha passa a participar de atividades “normais”, como frequentar a escola pública, ser líder de torcida e usar presilhas de cabelo cor-de-rosa. Parker, por sua vez, corta o cabelo, adota o estilo ‘sombrio’ e passa a achar graça em assustar as pessoas.
Basta preparar o balde de pipoca para viajar por mais um episódio da clássica Família Addams.

História do clã nasceu dos HQs

A Família Addams nasceu pelas mãos do cartunista Charles Addams, com publicações na revista >The New Yorker na década de 1930. Com tons escuros, logo os quadrinhos sombrios, horripilantes e absolutamente excêntricos caíram no gosto popular.

Os personagens são todos sátiras da família tradicional norte-americana. Os Addams são ricos e não se importam em como o mundo os vê. Além disso, em qualquer situação de risco, de forma incomum, eles saem ilesos, pois acreditam que até a morte os rejeita.

Com o sucesso dos quadrinhos, o clã ganhou série de TV nos anos 1960, um seriado animado na década de 1970 e um filme em 1991 (leia abaixo).

Em 2009, a história da família ganhou versão em musical na Broadway e, em 2010, a primeira montagem internacional. No Brasil, Marisa Orth e Daniel Boaventura fizeram parte do elenco.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Comédia do terror

Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

27/10/2019 | 13:22


 É o momento de estalar os dedos. A conhecida sonoridade anuncia a chegada de A Família Addams às telonas das salas de cinema de todo o País a partir de quinta-feira (31), marcando o dia em que é comemorado o Halloween, também conhecido como Dia das Bruxas.

Com distribuição da Universal Pictures, a emblemática família volta às telas em forma de animação. Como não é de se estranhar, Gomez, Mortícia, Feioso, Wandinha, Tio Chico e Vovó Addams fazem parte do clã mais excêntrico do bairro. A mansão, instalada no alto de uma colina cercada por neblina em New Jersey, novo endereço da família, causa estranheza na vizinhança.

Wandinha ganha destaque no longa, momento em que enfrenta o desafio mais horrível de sua vida: o colegial e sua ‘entrada’ na adolescência. Quando passa a frequentar a escola local seu jeito gótico chama a atenção de todos, em especial de Parker. A menina é filha de personalidade da TV especialista em arquitetura e decoração Margô Agulheira.

A mulher está construindo uma comunidade pré-fabricada, cheia de perfeccionismo e estilo pop technicolor no bairro e fica incomodada com a mansão dos Addams, que destoa das demais residências. Margô vê um empecilho contra seu sonho – de vender todas as casas do bairro – e ser adorada para sempre como uma personalidade da TV.

O que Margô e Mortícia não contavam era com a amizade que nasceria entre suas filhas: Parker e Wandinha. Ambas desafiam as mães mudando os próprios estilos. Wandinha passa a participar de atividades “normais”, como frequentar a escola pública, ser líder de torcida e usar presilhas de cabelo cor-de-rosa. Parker, por sua vez, corta o cabelo, adota o estilo ‘sombrio’ e passa a achar graça em assustar as pessoas.
Basta preparar o balde de pipoca para viajar por mais um episódio da clássica Família Addams.

História do clã nasceu dos HQs

A Família Addams nasceu pelas mãos do cartunista Charles Addams, com publicações na revista >The New Yorker na década de 1930. Com tons escuros, logo os quadrinhos sombrios, horripilantes e absolutamente excêntricos caíram no gosto popular.

Os personagens são todos sátiras da família tradicional norte-americana. Os Addams são ricos e não se importam em como o mundo os vê. Além disso, em qualquer situação de risco, de forma incomum, eles saem ilesos, pois acreditam que até a morte os rejeita.

Com o sucesso dos quadrinhos, o clã ganhou série de TV nos anos 1960, um seriado animado na década de 1970 e um filme em 1991 (leia abaixo).

Em 2009, a história da família ganhou versão em musical na Broadway e, em 2010, a primeira montagem internacional. No Brasil, Marisa Orth e Daniel Boaventura fizeram parte do elenco.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;