Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 14 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Literatura e música em São Bernardo

Professor da Universidade de Sorbonne criado no Grande ABC apresenta-se neste sábado na Biblioteca Monteiro Lobato


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

26/10/2019 | 07:00


 Vocês se lembram da crônica belíssima publicada aqui em Memória, este ano, e enviada diretamente da França pelo professor Leonardo Tonus? Pois ele está entre nós, visitou o Diário esta semana e neste sábado apresentará o espetáculo Literamúsica na primeira biblioteca pública de São Bernardo.

Leonardo Tonus estará ao lado da pianista Tânia Tonus, sua irmã, que também nos visitou no Diário, conduzidos pelo escritor (e também músico) Manuel Filho. Os três foram entrevistados no programa <CF160>Memória na TV. Deixaram belos depoimentos que, em breve, serão exibidos. Enquanto isso, os três retornam à Biblioteca Monteiro Lobato, que marcou a vida escolar de cada um, e da qual eles guardam belíssimas recordações.

Na Sorbonne Université, há muitos anos, Leonardo Tonus leciona literatura brasileira e organiza salões e festivais, divulgando a obra de autores brasileiros, inclusive nos países vizinhos. Caso de Oswald de Andrade, que em 2015 ganhou um salão em Paris, cujo curador foi o próprio Leonardo Tonus.

No espetáculo de hoje à noite na Monteiro Lobato será feita a leitura musicada de diversas obras de nossa literatura.

TRAILER

Também nesta semana, Memória na TV recebeu e entrevistou gente querida do Grande ABC, de várias cidades.

Professora e editora Maria Zulema Cebrian e o médico José Roberto Xavier, presidente e vice-presidente da Academia de Letras da Grande São Paulo.

Escritor Claudio Feldman, que discorre sobre o centenário do pai, o fotógrafo e cineasta Aron Feldman.

Empresário Edgard Grecco Filho e a lembrança do pai prefeito, Edgard Grecco, cassado injustamente e que, em 1989, foi inocentado pela Justiça Eleitoral.

Jornalista Arlindo ‘Ligeirinho’ Ribeiro e professor João Paulo de Oliveira, que nos ajudam a organizar a Semana Diadema, para dezembro próximo.

A dança cigana em Ribeirão Pires, com Sarah Ruby, da Cia. de Dança Cigana, acompanhada de Miguel Lopes e Karla Bressan, a querida neta de Aida e Domingos Bressan.

Gente da memória: acompanhe. Vem coisa boa por aí...

LITERAMUSICA

Espetáculo literomusical com Leonardo e Tânia Tonus

Local: Biblioteca Monteiro Lobato

Endereço: Rua Dr. Flaquer, 26, Centro de São Bernardo

Informações: 2630-5100

Entrada livre e grátis

Nomes do Teatro de Revista

Texto: Milton Parron

O assunto no Memória deste fim de semana tem origem no ano de 1951, quando o prefeito de São Paulo, Armando de Arruda Pereira, decidiu construir um teatro desmontável que pudesse ser levado a vários bairros da cidade. 

Tomando conhecimento do projeto, um fotógrafo profissional do Rio de Janeiro que tinha comprado um teatro todo feito em alumínio e não tinha onde instalá-lo, veio a São Paulo e convenceu Arruda Pereira de que seu teatro atendia a todos os requisitos. 

Não atendia, até porque foi instalado num terreno que exigia uma base sólida de cimento, no Centro de São Paulo, na Praça da Bandeira. Ali permaneceu até ser demolido, em 1967. 

Nos seus pouco mais de 15 anos de existência tornou-se referencia num gênero de espetáculo que despertava interesse incomum, especialmente do público masculino, ou seja, o Teatro de Revista. 

Artistas inesquecíveis brilharam nessa arte representativa, entre tantos, Dercy Gonçalves, Iris Bruzzi, Virgínia Lane, Marly Marley, Angelita Martinez, Zeloni, Luz Del Fuego, Elvira Pagã, Wilza Carla, Nélia Paula, Mesquitinha, Oscarito, Mara Rúbia, Rose Rondele, Zé Trindade e muitos mais. 

Depoimentos e entrevistas com vários dos citados abrilhantarão o Memória sobre Teatro de Revista, ou Teatro Rebolado, pejorativamente denominado por alguns. 

Também um raríssimo documento será apresentado, uma longa entrevista com aquele que é considerado o maior produtor desse gênero de espetáculo teatral, o saudoso Walter Pinto. 

Programa para ser gravado, diante da riqueza de informações e de ilustrações contidas, incluindo músicas de peças que ganharam o gosto popular, algumas delas transformadas em sucessos de Carnaval ainda hoje lembrados pelas pessoas.

Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) – Memória. No Tempo do Teatro de Revista. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, depois do futebol noturno, com reprise amanhã, às 5h. E na internet em bandeirantes.com.br – No ar.

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 26 de outubro de 1989 – ano 32, edição 7206

Manchete – Mortos na favela podem chegar a 60; deslizamento de aterro em construção atinge o núcleo Nova República, em São Paulo.

Santo André – Ator Celso Frateschi substitui Sérgio Magalhães na Cultura municipal.

Trabalho – Operários da Volkswagen jogam damas na fábrica; sem peças, linha de produção está paralisada.

Meio Ambiente – Cerca de 60% das áreas da Serra do Mar afetadas no trecho de Cubatão estarão recuperadas até 1995, prometeu o secretário estadual do Meio Ambiente, Jorge Wilheim.

Em 26 de outubro de...

1909 – A Câmara de São Bernardo aprova o novo Código Municipal, que prevalecerá em toda a região até o dia 6 de outubro de 1923.

1929 – O jornalista Salomão Esper nasce em Santa Rita do Passa Quatro (São Paulo). Fez história no Grupo Bandeirantes e atuou na Rádio Clube de Santo André.

1959 – Morre o jornalista Walter Thomé, líder autonomista de São Caetano e um dos fundadores do J<CF160>ornal de São Caetano.

1974 – Prefeito Antonio Pezzolo inaugura semáforo eletrônico na Avenida Perimetral, esquina com a Rua Fernando Prestes; e o novo pátio de recolhimento de veículos do DST, em Vila Guiomar.

Toquinho leva o show Boca da Noite à Metodista.

Hoje

Dia do Trabalhador da Construção Civil

Santos do Dia

Boaventura de Potenza

Flório

Damião de Finaro

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 26 de outubro:

Em São Paulo, Cândido Mota. Criado em 1923, quando se separa de Assis.

No Mato Grosso, Alto Araguaia e Poxoréo

Na Bahia, Barra da Estiva, Brejões e Santa Inês

No Paraná, Curiúva, Quatiguá e Verê

No Maranhão, Icatu e Lago do Junco

No Pará, Igarapé-Açu

Em Pernambuco, Salgadinho

Fonte: IBGE



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Literatura e música em São Bernardo

Professor da Universidade de Sorbonne criado no Grande ABC apresenta-se neste sábado na Biblioteca Monteiro Lobato

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

26/10/2019 | 07:00


 Vocês se lembram da crônica belíssima publicada aqui em Memória, este ano, e enviada diretamente da França pelo professor Leonardo Tonus? Pois ele está entre nós, visitou o Diário esta semana e neste sábado apresentará o espetáculo Literamúsica na primeira biblioteca pública de São Bernardo.

Leonardo Tonus estará ao lado da pianista Tânia Tonus, sua irmã, que também nos visitou no Diário, conduzidos pelo escritor (e também músico) Manuel Filho. Os três foram entrevistados no programa <CF160>Memória na TV. Deixaram belos depoimentos que, em breve, serão exibidos. Enquanto isso, os três retornam à Biblioteca Monteiro Lobato, que marcou a vida escolar de cada um, e da qual eles guardam belíssimas recordações.

Na Sorbonne Université, há muitos anos, Leonardo Tonus leciona literatura brasileira e organiza salões e festivais, divulgando a obra de autores brasileiros, inclusive nos países vizinhos. Caso de Oswald de Andrade, que em 2015 ganhou um salão em Paris, cujo curador foi o próprio Leonardo Tonus.

No espetáculo de hoje à noite na Monteiro Lobato será feita a leitura musicada de diversas obras de nossa literatura.

TRAILER

Também nesta semana, Memória na TV recebeu e entrevistou gente querida do Grande ABC, de várias cidades.

Professora e editora Maria Zulema Cebrian e o médico José Roberto Xavier, presidente e vice-presidente da Academia de Letras da Grande São Paulo.

Escritor Claudio Feldman, que discorre sobre o centenário do pai, o fotógrafo e cineasta Aron Feldman.

Empresário Edgard Grecco Filho e a lembrança do pai prefeito, Edgard Grecco, cassado injustamente e que, em 1989, foi inocentado pela Justiça Eleitoral.

Jornalista Arlindo ‘Ligeirinho’ Ribeiro e professor João Paulo de Oliveira, que nos ajudam a organizar a Semana Diadema, para dezembro próximo.

A dança cigana em Ribeirão Pires, com Sarah Ruby, da Cia. de Dança Cigana, acompanhada de Miguel Lopes e Karla Bressan, a querida neta de Aida e Domingos Bressan.

Gente da memória: acompanhe. Vem coisa boa por aí...

LITERAMUSICA

Espetáculo literomusical com Leonardo e Tânia Tonus

Local: Biblioteca Monteiro Lobato

Endereço: Rua Dr. Flaquer, 26, Centro de São Bernardo

Informações: 2630-5100

Entrada livre e grátis

Nomes do Teatro de Revista

Texto: Milton Parron

O assunto no Memória deste fim de semana tem origem no ano de 1951, quando o prefeito de São Paulo, Armando de Arruda Pereira, decidiu construir um teatro desmontável que pudesse ser levado a vários bairros da cidade. 

Tomando conhecimento do projeto, um fotógrafo profissional do Rio de Janeiro que tinha comprado um teatro todo feito em alumínio e não tinha onde instalá-lo, veio a São Paulo e convenceu Arruda Pereira de que seu teatro atendia a todos os requisitos. 

Não atendia, até porque foi instalado num terreno que exigia uma base sólida de cimento, no Centro de São Paulo, na Praça da Bandeira. Ali permaneceu até ser demolido, em 1967. 

Nos seus pouco mais de 15 anos de existência tornou-se referencia num gênero de espetáculo que despertava interesse incomum, especialmente do público masculino, ou seja, o Teatro de Revista. 

Artistas inesquecíveis brilharam nessa arte representativa, entre tantos, Dercy Gonçalves, Iris Bruzzi, Virgínia Lane, Marly Marley, Angelita Martinez, Zeloni, Luz Del Fuego, Elvira Pagã, Wilza Carla, Nélia Paula, Mesquitinha, Oscarito, Mara Rúbia, Rose Rondele, Zé Trindade e muitos mais. 

Depoimentos e entrevistas com vários dos citados abrilhantarão o Memória sobre Teatro de Revista, ou Teatro Rebolado, pejorativamente denominado por alguns. 

Também um raríssimo documento será apresentado, uma longa entrevista com aquele que é considerado o maior produtor desse gênero de espetáculo teatral, o saudoso Walter Pinto. 

Programa para ser gravado, diante da riqueza de informações e de ilustrações contidas, incluindo músicas de peças que ganharam o gosto popular, algumas delas transformadas em sucessos de Carnaval ainda hoje lembrados pelas pessoas.

Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) – Memória. No Tempo do Teatro de Revista. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, depois do futebol noturno, com reprise amanhã, às 5h. E na internet em bandeirantes.com.br – No ar.

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 26 de outubro de 1989 – ano 32, edição 7206

Manchete – Mortos na favela podem chegar a 60; deslizamento de aterro em construção atinge o núcleo Nova República, em São Paulo.

Santo André – Ator Celso Frateschi substitui Sérgio Magalhães na Cultura municipal.

Trabalho – Operários da Volkswagen jogam damas na fábrica; sem peças, linha de produção está paralisada.

Meio Ambiente – Cerca de 60% das áreas da Serra do Mar afetadas no trecho de Cubatão estarão recuperadas até 1995, prometeu o secretário estadual do Meio Ambiente, Jorge Wilheim.

Em 26 de outubro de...

1909 – A Câmara de São Bernardo aprova o novo Código Municipal, que prevalecerá em toda a região até o dia 6 de outubro de 1923.

1929 – O jornalista Salomão Esper nasce em Santa Rita do Passa Quatro (São Paulo). Fez história no Grupo Bandeirantes e atuou na Rádio Clube de Santo André.

1959 – Morre o jornalista Walter Thomé, líder autonomista de São Caetano e um dos fundadores do J<CF160>ornal de São Caetano.

1974 – Prefeito Antonio Pezzolo inaugura semáforo eletrônico na Avenida Perimetral, esquina com a Rua Fernando Prestes; e o novo pátio de recolhimento de veículos do DST, em Vila Guiomar.

Toquinho leva o show Boca da Noite à Metodista.

Hoje

Dia do Trabalhador da Construção Civil

Santos do Dia

Boaventura de Potenza

Flório

Damião de Finaro

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 26 de outubro:

Em São Paulo, Cândido Mota. Criado em 1923, quando se separa de Assis.

No Mato Grosso, Alto Araguaia e Poxoréo

Na Bahia, Barra da Estiva, Brejões e Santa Inês

No Paraná, Curiúva, Quatiguá e Verê

No Maranhão, Icatu e Lago do Junco

No Pará, Igarapé-Açu

Em Pernambuco, Salgadinho

Fonte: IBGE

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;