Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Baladas atraem público de SP ao Grande ABC


Valéria Cabrera
Do Diário do Grande ABC

17/07/2004 | 21:31


Já foi o tempo em que ir para uma boa balada era sinônimo de se deslocar para São Paulo. Nos últimos anos, principalmente a partir de 2002, os moradores do Grande ABC assistiram ao nascimento de vários bares, restaurantes e casas noturnas, que se concentram mais especificamente nos eixos da rua das Figueiras, no bairro Jardim, em Santo André, e na avenida Kennedy, em São Bernardo. Atualmente, os comerciantes desses dois novos corredores de entretenimento já identificam que parte de seus freqüentadores faz o caminho inverso: sai de São Paulo em busca de diversão na região.

Segundo informações do Sehal (Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do Grande ABC), somente neste ano abriram oficialmente 148 empresas desses segmentos nas duas cidades – 118 em Santo André e 30 em São Bernardo –, entre pizzarias, bares, restaurantes e lanchonetes. Isso sem contar os clandestinos, que o sindicato estima ser pelo menos 30 em cada cidade.

O Diário percorreu nas duas últimas semanas a rua Figueiras e a avenida Kennedy. Foram identificados 31 bares, restaurantes e casas noturnas em Santo André e 24 em São Bernardo. Desses, 16 foram abertos a partir de 2002 em Santo André e 11 em São Bernardo.

As opções são as mais variadas. Agradam jovens e adultos, atendem a aqueles que querem apenas beber um bom chope e conversar com amigos, os que querem paquerar e dançar e também os que procuram o requinte de bons restaurantes.

É essa diversidade que faz o empresário Fábio Decome, 39 anos, ficar na região. Morador de Santo André, ele contou que há dois anos era freqüentador assíduo de bares de São Paulo. “Agora vou pelo menos quatro vezes por semana a um dos bares localizados no eixo da rua das Figueiras. Se quero comer um peixe, vou ao Garoupa; se a opção for carne, tem o Picanha na Tábua; se quero comida mexicana, vou ao El Botim.”

A vinda dos moradores da capital para a região não é de hoje. Uma pesquisa realizada em abril do ano passado pela Prefeitura de São Bernardo mostrou que cerca de 10% dos freqüentadores dos principais bares do eixo da avenida Kennedy vinham de São Paulo.

“Acreditamos que esse número tenha crescido desde então, já que várias casas foram abertas nesse período”, disse o responsável pela área de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Paulo Henrique da Rocha Tinoco. Uma nova pesquisa para identificar as opções existentes na região e o perfil de seus freqüentadores deve ser realizada ainda neste ano.

Esse novo público também foi identificado por uma pesquisa realizada por alunos da Fundação Santo André com os freqüentadores do Giramundo, bar e restaurante localizado na rua Olegário Herculano, travessa da avenida Kennedy. “Nosso segundo maior público é de São Paulo, perdendo apenas para os freqüentadores da cidade”, afirmou o gerente da casa, Moizés Barros.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;