Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Caixa quer abrir capital de duas subsidiárias até meados de 2020



23/10/2019 | 18:44


A Caixa Econômica Federal pretende concluir até meados do ano que vem a abertura de capital de ao menos duas subsidiárias - a Caixa Seguridade e a Caixa Cartões. Esse é o plano, mas, para que saia do papel, depende ainda de aprovação do Tribunal de Contas da União (TCU) e da B3, afirmou o presidente do banco, Pedro Guimarães, que participou de palestra na FGV, no Rio.

Se o cronograma for seguido à risca, ainda no primeiro trimestre de 2020 deve ser concluído IPO da Caixa Seguridade. Em seguida, deve ser a vez da Caixa Cartões, no segundo trimestre. Também está sendo planejada a criação de uma nova empresa, a Caixa Asset, cujo ativo será compartilhado com investidores privados.

"A abertura de capital de cada uma dessas empresas é relevante para melhorar a qualidade dos serviços. Ainda discutimos com qual fatia que a Caixa vai ficar. É uma discussão estratégica. O que não há é a discussão da privatização da Caixa. Essa é uma decisão do presidente da República e do ministro da Economia", afirmou Guimarães.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Caixa quer abrir capital de duas subsidiárias até meados de 2020


23/10/2019 | 18:44


A Caixa Econômica Federal pretende concluir até meados do ano que vem a abertura de capital de ao menos duas subsidiárias - a Caixa Seguridade e a Caixa Cartões. Esse é o plano, mas, para que saia do papel, depende ainda de aprovação do Tribunal de Contas da União (TCU) e da B3, afirmou o presidente do banco, Pedro Guimarães, que participou de palestra na FGV, no Rio.

Se o cronograma for seguido à risca, ainda no primeiro trimestre de 2020 deve ser concluído IPO da Caixa Seguridade. Em seguida, deve ser a vez da Caixa Cartões, no segundo trimestre. Também está sendo planejada a criação de uma nova empresa, a Caixa Asset, cujo ativo será compartilhado com investidores privados.

"A abertura de capital de cada uma dessas empresas é relevante para melhorar a qualidade dos serviços. Ainda discutimos com qual fatia que a Caixa vai ficar. É uma discussão estratégica. O que não há é a discussão da privatização da Caixa. Essa é uma decisão do presidente da República e do ministro da Economia", afirmou Guimarães.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;