Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Dois seguranças da embaixada dos EUA são mortos no Haiti


Da AFP

03/03/2006 | 00:06


Dois agentes haitianos encarregados da segurança da embaixada dos Estados Unidos em Porto Príncipe morreram na quarta-feira à noite após receberam tiros, informou a representação diplomática nesta quinta.

"Os dois agentes tinham terminado de trabalhar e voltavam para suas casas, quando foram mortos por disparos no bairro Bourdon, no leste da capital", acrescentou a embaixada em um comunicado, no qual anunciava a abertura de uma investigação.

"A embaixada trabalha estreitamente com a Polícia das Nações Unidas e a Polícia haitiana, com o objetivo de identificar e capturar o indivíduo ou os indivíduos responsáveis por esses crimes infames", completou a nota.

Justamente nesta quinta-feira a Minustah (Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti) comemorou a queda da violência e da insegurança na capital haitiana.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dois seguranças da embaixada dos EUA são mortos no Haiti

Da AFP

03/03/2006 | 00:06


Dois agentes haitianos encarregados da segurança da embaixada dos Estados Unidos em Porto Príncipe morreram na quarta-feira à noite após receberam tiros, informou a representação diplomática nesta quinta.

"Os dois agentes tinham terminado de trabalhar e voltavam para suas casas, quando foram mortos por disparos no bairro Bourdon, no leste da capital", acrescentou a embaixada em um comunicado, no qual anunciava a abertura de uma investigação.

"A embaixada trabalha estreitamente com a Polícia das Nações Unidas e a Polícia haitiana, com o objetivo de identificar e capturar o indivíduo ou os indivíduos responsáveis por esses crimes infames", completou a nota.

Justamente nesta quinta-feira a Minustah (Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti) comemorou a queda da violência e da insegurança na capital haitiana.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;