Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Estudo indica aumento do faturamento das empresas de turismo


Da Agência Brasil

09/12/2007 | 10:03


Estudo realizado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), em parceira com o Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), demonstra que apesar da crise da aviação comercial brasileira as empresas ligadas ao turismo estão faturando mais do que em 2006. A 16ª edição do Boletim de Desempenho Econômico do Turismo indica que o faturamento do setor turístico cresceu 10,2% no terceiro trimestre (julho a setembro) de 2007, se comparado com o mesmo período de 2006. 

Segundo o diretor de Estudos e Pesquisas da Embratur, José Francisco de Salles Lopes, os empresários ouvidos prevêem um crescimento anual de 12,9%. "O turismo está crescendo mais que o dobro da economia brasileira", disse Lopes, referindo-se à projeção do Ministério da Fazenda de que a economia brasileira deve crescer 4,8% em 2007.

O aumento do faturamento, segundo Lopes, se reflete em outro indicador aferido pelo estudo, a intenção das empresas de contratar mais pessoal. Embora não informe o percentual de novos postos de trabalho que podem vir a ser criados, o boletim demonstra que a perspectiva é positiva e aponta que 61% dos entrevistados disseram que irão contratar; 26% que vão manter o mesmo número de funcionários e 13% que terão de reduzir o quadro de empregados.

Lopes, no entanto, disse que segundo os empresários já houve um incremento de 5% na contratação de mão-de-obra. "O setor vive um momento extremamente saudável. E o mais importante é que este é o ponto-de-vista do empresariado", disse.

De acordo com Lopes, o ramo que mais se destacou foi o setor aéreo, que acusa a possibilidade de um crescimento anual acima de 20%. Em seguida, vêm os parques temáticos e empresas de entretenimento turístico, que, de acordo com o diretor, devem crescer em torno de 10%.

Lopes atribui os bons resultados ao crescimento da economia brasileira e da renda, o que permite às camadas mais pobres viajar. Ele também informou que o número de estrangeiros que visitaram o Brasil até outubro foi 15,22% maior do que no mesmo mês de 2006.

O estudo reproduz dados divulgados pelo Banco Central, que revelam que os gastos dos turistas estrangeiros em visita ao Brasil entre janeiro e setembro de 2007 totalizaram US$ 3,607 bilhões, contra US$ 3,206 bilhões nos nove primeiros meses de 2006. Comparativamente, o aumento foi de 12,51%.

Para Lopes, a realização dos Jogos Pan-Americanos contribuiu para este resultado, mas seus benefícios se restringiram a cidade do Rio de Janeiro, sede das competições.

O Boletim de Desempenho Econômico do Turismo é feito a cada três meses pela FGV-Ebape (Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas) e apresenta os resultados da pesquisa feita com com empresários de diversos segmentos turísticos, medindo a evolução e as perspectivas do setor.

Entre os dias 3 de outubro e 5 de novembro foram ouvidas 831 empresas, que juntas faturaram R$ 2,472 bilhões no trimestre pesquisado. Ao todo, geraram 42.080 postos de trabalho.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;