Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Atentado é o quarto contra embaixada americana em Atenas


Da AFP

12/01/2007 | 14:22


O ataque desta sexta-feira contra a embaixada dos Estados Unidos em Atenas foi o quarto somente nos últimos 25 anos. Entretanto, os atos terroristas não são apenas exclusividade da capital grega, e sim, parte de uma série de atentados contra a diplomacia americana na Europa no mesmo período:

- 18 de janeiro de 1982, Paris: Um vice-adido militar, o tenente-coronel Charles R. Ray, morre baleado em frente a sua residência. A ação é reivindicada em Beirute pelas Frações Revolucionárias Armadas Libanesas (Fral).

- 21 de agosto de 1982, Paris: Dois franceses morrem tentando desativar uma bomba das Fral destinada ao conselheiro comercial da embaixada americana em Paris, Roderick Grant.

- 15 de novembro de 1983, Atenas: Morrem o adido naval da embaixada americana, o capitão do navio Giorgios Tsantes e seu motorista num atentado reivindicado pela organização 17 Novembro (17N), grupo grego da extrema-esquerda revolucionária.

- 26 de março de 1984, Estrasburgo, França: Tentativa de assassinato do cônsul-geral americano, Robert O. Homme, que fica ferido num disparo. A ação foi reivindicada pelas Fral.

- 28 de junho de 1988, Atenas: Um adido naval, William Nordeen, morre na explosão de um carro-bomba colocado pelo 17N.

- 13 de fevereiro de 1991, Bonn, Alemanha: Pelo menos 250 disparos de armas automáticas efetuados contra a embaixada americana em Bonn por elementos do grupo terrorista alemão Fração Armada Vermelha (RAF) para denunciar a primeira intervenção ocidental no Iraque.

- 13 de setembro de 1995, Moscou: Atentado sem vítimas contra a embaixada americana em Moscou. Não foi reivindicado, mas teve vinculação com os bombardeios da Otan contra sérvios e bósnios.

- 15 de fevereiro de 1996, Atenas: Atentado com foguete contra a embaixada dos Estados Unidos que destrói três veículos e não causa vítimas. Reivindicado pelo 17N.

- 5 de junho de 1999, Praga: Um grupo de anarquistas atacou com pedras e garrafas a embaixada americana e os guardas tchecos que a vigiavam, em protesto contra os bombardeios da Otan na Iugoslávia.

- 12 de janeiro de 2007, Atenas: Um foguete explode dentro da embaixada dos Estados Unidos, ação reivindicada pelo grupo Luta Revolucionária (EA).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atentado é o quarto contra embaixada americana em Atenas

Da AFP

12/01/2007 | 14:22


O ataque desta sexta-feira contra a embaixada dos Estados Unidos em Atenas foi o quarto somente nos últimos 25 anos. Entretanto, os atos terroristas não são apenas exclusividade da capital grega, e sim, parte de uma série de atentados contra a diplomacia americana na Europa no mesmo período:

- 18 de janeiro de 1982, Paris: Um vice-adido militar, o tenente-coronel Charles R. Ray, morre baleado em frente a sua residência. A ação é reivindicada em Beirute pelas Frações Revolucionárias Armadas Libanesas (Fral).

- 21 de agosto de 1982, Paris: Dois franceses morrem tentando desativar uma bomba das Fral destinada ao conselheiro comercial da embaixada americana em Paris, Roderick Grant.

- 15 de novembro de 1983, Atenas: Morrem o adido naval da embaixada americana, o capitão do navio Giorgios Tsantes e seu motorista num atentado reivindicado pela organização 17 Novembro (17N), grupo grego da extrema-esquerda revolucionária.

- 26 de março de 1984, Estrasburgo, França: Tentativa de assassinato do cônsul-geral americano, Robert O. Homme, que fica ferido num disparo. A ação foi reivindicada pelas Fral.

- 28 de junho de 1988, Atenas: Um adido naval, William Nordeen, morre na explosão de um carro-bomba colocado pelo 17N.

- 13 de fevereiro de 1991, Bonn, Alemanha: Pelo menos 250 disparos de armas automáticas efetuados contra a embaixada americana em Bonn por elementos do grupo terrorista alemão Fração Armada Vermelha (RAF) para denunciar a primeira intervenção ocidental no Iraque.

- 13 de setembro de 1995, Moscou: Atentado sem vítimas contra a embaixada americana em Moscou. Não foi reivindicado, mas teve vinculação com os bombardeios da Otan contra sérvios e bósnios.

- 15 de fevereiro de 1996, Atenas: Atentado com foguete contra a embaixada dos Estados Unidos que destrói três veículos e não causa vítimas. Reivindicado pelo 17N.

- 5 de junho de 1999, Praga: Um grupo de anarquistas atacou com pedras e garrafas a embaixada americana e os guardas tchecos que a vigiavam, em protesto contra os bombardeios da Otan na Iugoslávia.

- 12 de janeiro de 2007, Atenas: Um foguete explode dentro da embaixada dos Estados Unidos, ação reivindicada pelo grupo Luta Revolucionária (EA).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;