Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

UFABC começa a transformar economia do bairro Bangu


Mariana Oliveira
Do Diário do Grande ABC

04/09/2005 | 10:28


A futura instalação da UFABC (Universidade Federal do Grande ABC) no bairro Bangu, em Santo André, começa a movimentar o mercado imobiliário e já anima os comerciantes das redondezas. As consultas de construtoras locais e de outras cidades à prefeitura sobre o empreendimento e o bairro aumentaram nos últimos meses. Outras incorporadoras já fazem levantamentos de terrenos próximos à universidade para a eventual construção de prédios com apartamentos de um dormitório, de acordo com a regional do Sinduscon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo).

A movimentação e as expectativas positivas se devem ao anúncio do MEC (Ministério da Educação) de que a UFABC terá 20 mil alunos em no máximo cinco anos, quando estiver funcionando totalmente. A Prefeitura de Santo André já escolheu o terreno de 70 mil m² para o governo federal, mas a cessão ainda não foi aprovada pela Câmara Municipal.

Segundo o diretor de Desenvolvimento Econômico de Santo André, David Gomes de Souza, empresas de São Paulo sondaram a prefeitura interessadas em construir prédios de apartamentos nas imediações da futura universidade. "Um empreendimento como esse sempre atrai investimentos. Por ser federal, certamente vários alunos virão de fora e serão criadas repúblicas. Muitos procurarão imóveis para alugar. O mercado imobiliário será bastante favorecido."

Indícios de movimentação na construção civil foram confirmadas por Rosana Carnevalli, diretora do Sinduscon-SP no Grande ABC. "Já existe movimento de construtoras procurando terrenos para empreendimentos de um dormitório. Imóveis desse tipo são procurados por universitários. Acredito que o interesse dos empresários na região vá se fortalecer quando a construção da UFABC tiver início."

Conscientes da situação, imobiliárias das proximidades do bairro Bangu aguardam ansiosamente a chegada definitiva da universidade. "Com a UFABC, os imóveis serão ainda mais valorizados. Temos muitas casas antigas, que devem virar repúblicas. Espero incremento de 50% nos negócios. No auge, faltarão imóveis no bairro para alugar quando começarem as aulas", avalia o proprietário da Imobiliária AR, Ailson Roberto Rodrigues.

Vida agitada – Além do mercado imobiliário, David Gomes da Silva, diretor de Desenvolvimento Econômico de Santo André, acredita que a universidade mudará o perfil econômico das imediações da instituição, atraindo novos bares, restaurantes, lanchonetes, farmácias e serviços relacionados à educação, como livrarias.

Mais do que a esperança da chegada de novos estabelecimentos, o bairro Bangu espera que todo o seu comércio ressuscite. Bem perto do terreno da UFABC há um centro comercial, o da rua Oratório, que perdeu muito de seu movimento desde a chegada da loja do Carrefour ao bairro, há três anos, segundo os comerciantes locais.

"O supermercado fez o movimento de pedestres cair muito. As pessoas passam aqui de carro, mas isso não nos ajuda. Com os universitários, espero mais gente andando por aqui. Temos o trunfo de estar na passagem para o trólebus", diz o proprietário do bar Arapongas, Balduíno José Batista.

Para Wilson Bianchi, presidente do Sehal (Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do Grande ABC), os estabelecimentos do setor de alimentação devem experimentar um surto de desenvolvimento. "Além do aumento no fluxo de público, os bares e lanchonetes devem ter um grande salto de qualidade com a chegada da universidade", comenta.

Também muito procuradas pelos estudantes são as copiadoras, ou seja, estabelecimentos com máquinas xerox. Apostando nisso, a empresária Vanessa Cristina Fialio já pensa até em expansão dos negócios. Proprietária da Caex Copiadora e Informática, espera ter movimento 50% superior na loja da rua Oratório e avalia a possibilidade de abertura da filial mais próxima à UFABC. "Como trabalho com encadernação e serviços diferenciados, espero ter vantagem. Vai ser muito bom para o comércio local, já que serão muitas pessoas passando por aqui."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;