Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Delegado Waldir diz que abre mão da liderança



21/10/2019 | 12:28


Em um vídeo divulgado na manhã desta segunda-feira, 21,, o deputado Delegado Waldir (PSL-GO), disse que "aceita democraticamente lista feita por parlamentares" e que o partido irá retirar a ação de suspensão de cinco parlamentares do PSL.

Mais cedo, o líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), apresentou nomes para tentar levar o deputado Eduardo Bolsonaro (SP) à liderança do PSL na Casa. O documento, segundo nota divulgada pela assessoria da liderança do governo, tem 29 assinaturas e foi apresentado na manhã desta segunda-feira à Secretaria-Geral da Mesa Diretora. A Câmara ainda analisava o documento por volta das 12h.

"Já estarei à disposição do novo líder para de forma transparente passar para ele toda a liderança do PSL, queria agradecer aos parlamentares que confiaram nesse nosso projeto e dizer que não sou subordinado a nenhum governador e nenhum presidente, mas sim ao meu eleitor", disse Waldir no vídeo. "Nós não rasgamos a Constituição ainda. A Constituição prevê que o Executivo não deve interferir no parlamento em nenhuma ação", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Delegado Waldir diz que abre mão da liderança


21/10/2019 | 12:28


Em um vídeo divulgado na manhã desta segunda-feira, 21,, o deputado Delegado Waldir (PSL-GO), disse que "aceita democraticamente lista feita por parlamentares" e que o partido irá retirar a ação de suspensão de cinco parlamentares do PSL.

Mais cedo, o líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), apresentou nomes para tentar levar o deputado Eduardo Bolsonaro (SP) à liderança do PSL na Casa. O documento, segundo nota divulgada pela assessoria da liderança do governo, tem 29 assinaturas e foi apresentado na manhã desta segunda-feira à Secretaria-Geral da Mesa Diretora. A Câmara ainda analisava o documento por volta das 12h.

"Já estarei à disposição do novo líder para de forma transparente passar para ele toda a liderança do PSL, queria agradecer aos parlamentares que confiaram nesse nosso projeto e dizer que não sou subordinado a nenhum governador e nenhum presidente, mas sim ao meu eleitor", disse Waldir no vídeo. "Nós não rasgamos a Constituição ainda. A Constituição prevê que o Executivo não deve interferir no parlamento em nenhuma ação", disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;