Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Protestantes e católicos formarao governo irlandês


Do Diário do Grande ABC

29/11/1999 | 11:22


Pela primeira vez em sua turbulenta história, a Irlanda do Norte designa, esta segunda-feira, um governo que reunirá tradicionais inimigos, protestantes e católicos, para administrar conjuntamente a província britânica, após décadas de guerra civil.

Os norte-irlandeses se encontram diante de uma situaçao que poucos haviam imaginado há apenas alguns anos. Martin McGuinness, suspeito de ter sido um dos chefes do Exército Republicano Irlandês, vai compartilhar o poder com os antigos ``alvos'' do IRA, para decidir o destino da província.

Após o ``sim'' dos protestantes no sábado ao compromisso de paz, a nomeaçao dos membros do governo acontece 48 horas antes da transferência dos poderes exercidos de maneira quase ininterrupta por Londres nos condados de Ulster, desde a divisao da ilha, em 1921.

Como é habitual na Irlanda do Norte, o acontecimento histórico estará marcado por uma batalha de procedimentos e lances oratórios. Neste aspecto, o destaque ficará para o partido ultra-protestante, DUP, do reverendo Ian Paisley, que jurou fazer todo o possível para acabar com o processo de paz.

Esta segunda-feira, Paisley apresentará uma moçao que nao tem possibilidades de sucesso mas poderia adiar, até o final desta segunda-feira, a nomeaçao dos dez ministros. ``Nao se trata de um caminho para a paz, mas sim de uma catástrofe!'', disse na manha desta segunda-feira o reverendo, com seu habitual tom apocalíptico.

Em julho, uma primeira tentativa de formar governo fracassou, pois os protestantes se negavam a governar com o Sinn Fein, enquanto seu ``braço armado'', o IRA, nao iniciasse seu desarmamento.

Mas depois os protestantes renunciaram a esta condiçao prévia, contentando-se com a promessa escrita do IRA de nomear, a partir de quinta-feira, um representante para a comissao de desarmamento. ``Por fim, temos a impressao de que o conseguiremos'', afirmou o protestante Alan McFarland.

Os 108 deputados da Assembléia local, eleita em junho de 1998, têm sido convocados para uma sessao no início da tarde, hora local.

Os deputados começarao confirmando Seamus Mallon, um católico moderado, no cargo de vice-primeiro-ministro e adjunto do protestante David Trimble. Após viver durante décadas sob o jugo de Londres, os ministros tomarao as rédeas da educaçao, do emprego, do comércio, da agricultura e da saúde. ``No dia-a-dia, (o trabalho) nao será fácil'', admitiu esta segunda-feira Gerry Adams, do Sinn Fein.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;