Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Quarto mandato de Evo está nas mãos da geração que cresceu sob seu governo



19/10/2019 | 07:15


Mais de 7,3 milhões de bolivianos foram convocados às urnas amanhã para as eleições presidenciais nas quais Evo Morales é o favorito para conquistar um quarto mandato. As pesquisas, porém, indicam que ele tem uma estreita margem sobre o centrista Carlos Mesa e corre o risco de ir para o segundo turno, no qual enfrentaria os partidos de oposição unidos.

Curiosamente, o líder socialista pode ser derrotado justamente pela chamada geração Evo, que cresceu durante seus 13 anos de governo e não conheceu a miséria antes de o presidente ter conseguido reduzir a pobreza.

Mais de 2,5 milhões de bolivianos têm menos de 30 anos e boa parte não pretende votar nele. (COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Quarto mandato de Evo está nas mãos da geração que cresceu sob seu governo


19/10/2019 | 07:15


Mais de 7,3 milhões de bolivianos foram convocados às urnas amanhã para as eleições presidenciais nas quais Evo Morales é o favorito para conquistar um quarto mandato. As pesquisas, porém, indicam que ele tem uma estreita margem sobre o centrista Carlos Mesa e corre o risco de ir para o segundo turno, no qual enfrentaria os partidos de oposição unidos.

Curiosamente, o líder socialista pode ser derrotado justamente pela chamada geração Evo, que cresceu durante seus 13 anos de governo e não conheceu a miséria antes de o presidente ter conseguido reduzir a pobreza.

Mais de 2,5 milhões de bolivianos têm menos de 30 anos e boa parte não pretende votar nele. (COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;