Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Messi discorda de Cristiano Ronaldo e diz que não precisa sair do Barcelona



18/10/2019 | 07:53


Eleito o melhor jogador do mundo pela sexta vez, Lionel Messi garante manter a disposição de um menino em campo, apesar dos 32 anos de idade, mas sabe que chegou a hora de se preocupar mais com o corpo. E, ao contrário de Cristiano Ronaldo, seu maior rival no status de melhor jogador da atualidade, ele não pretende sair do clube onde criou uma história.

Em entrevista ao jornal Marca, o astro argentino deixou claro não concordar com as palavras de CR7. O atacante português já falou algumas vezes que Messi deveria sair do Barcelona para buscar novos desafios, como ele fez ao deixar o Manchester United e ir para o Real Madrid e, mais recentemente, trocar o time merengue pela Juventus, da Itália.

"Cada um busca seus objetivos e experiências. Nunca tive a necessidade de sair do melhor clube do mundo que é o Barcelona, onde desfruto dos treinamentos, dos jogos e da cidade. É um lugar muito completo e sempre tive muito claro o objetivo neste clube e que não teria que buscá-lo em outro lugar", comentou o argentino.

Quanto a sua condição física, ele falou que o desafio é fazer com que as pernas façam aquilo que o cérebro pede. "É difícil porque a cabeça está boa. Eu penso que tenho 25 anos e que posso seguir fazendo as coisas que fazia naquela época. Mas o corpo manda e existem circunstâncias em que tem que ter mais cuidado do que antes. Assimilar requer um processo e preciso me preparar de maneira diferente para os treinamentos e partidas", disse.

Messi comentou até sobre uma discussão que agita o futebol alemão nos últimos meses. Quem deveria ser o goleiro titular da seleção: Manuel Neuer, do Bayern de Munique, ou seu companheiro de time, Ter Stegen. "Eles são dois grandes goleiros e com características similares. Eles fazem boa leitura do jogo, podem jogar com os pés e são muito rápidos embaixo das traves", analisou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Messi discorda de Cristiano Ronaldo e diz que não precisa sair do Barcelona


18/10/2019 | 07:53


Eleito o melhor jogador do mundo pela sexta vez, Lionel Messi garante manter a disposição de um menino em campo, apesar dos 32 anos de idade, mas sabe que chegou a hora de se preocupar mais com o corpo. E, ao contrário de Cristiano Ronaldo, seu maior rival no status de melhor jogador da atualidade, ele não pretende sair do clube onde criou uma história.

Em entrevista ao jornal Marca, o astro argentino deixou claro não concordar com as palavras de CR7. O atacante português já falou algumas vezes que Messi deveria sair do Barcelona para buscar novos desafios, como ele fez ao deixar o Manchester United e ir para o Real Madrid e, mais recentemente, trocar o time merengue pela Juventus, da Itália.

"Cada um busca seus objetivos e experiências. Nunca tive a necessidade de sair do melhor clube do mundo que é o Barcelona, onde desfruto dos treinamentos, dos jogos e da cidade. É um lugar muito completo e sempre tive muito claro o objetivo neste clube e que não teria que buscá-lo em outro lugar", comentou o argentino.

Quanto a sua condição física, ele falou que o desafio é fazer com que as pernas façam aquilo que o cérebro pede. "É difícil porque a cabeça está boa. Eu penso que tenho 25 anos e que posso seguir fazendo as coisas que fazia naquela época. Mas o corpo manda e existem circunstâncias em que tem que ter mais cuidado do que antes. Assimilar requer um processo e preciso me preparar de maneira diferente para os treinamentos e partidas", disse.

Messi comentou até sobre uma discussão que agita o futebol alemão nos últimos meses. Quem deveria ser o goleiro titular da seleção: Manuel Neuer, do Bayern de Munique, ou seu companheiro de time, Ter Stegen. "Eles são dois grandes goleiros e com características similares. Eles fazem boa leitura do jogo, podem jogar com os pés e são muito rápidos embaixo das traves", analisou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;