Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 11 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Galhardo relata injúria racial de torcedores a volante do Ceará



18/10/2019 | 00:20


O meia Thiago Galhardo afirmou que o volante Fabinho, seu companheiro de equipe, foi alvo de injúria racial de torcedores na saída do gramado da Vila Belmiro na noite desta quinta-feira, logo após a vitória do Santos por 2 a 1 sobre o Ceará, em duelo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em entrevista, Thiago Galhardo relatou o comportamento de torcedores em relação a Fabinho. Além disso, afirmou que insultos xenofóbicos também foram direcionados aos demais jogadores do Ceará.

"Acho que eles vêm ver o espetáculo, que foi bonito, parabéns pela vitória do Santos. Mas o cara quer menosprezar o Fabinho, menosprezar a mim, fazer ato de racismo com ele, chamando de negão e vagabundo. O futebol perde a essência, o brasileiro tem que se controlar mais. O cara, embriagado, xingou a gente. Tinha que estudar mais. Falou que o Ceará joga no Norte. Ou eu não entendo muito, acho que estudei de sacanagem", disse Galhardo.

O Ceará abriu vantagem no primeiro tempo, mas acabou sofrendo a virada do Santos na etapa final. O jogo terminou com bate-boca e confusão após os jogadores da equipe visitante reclamarem do que entenderam ser menosprezo e firula de Soteldo, que segurou a bola e deu alguns dribles nos últimos instantes do duelo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Galhardo relata injúria racial de torcedores a volante do Ceará


18/10/2019 | 00:20


O meia Thiago Galhardo afirmou que o volante Fabinho, seu companheiro de equipe, foi alvo de injúria racial de torcedores na saída do gramado da Vila Belmiro na noite desta quinta-feira, logo após a vitória do Santos por 2 a 1 sobre o Ceará, em duelo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em entrevista, Thiago Galhardo relatou o comportamento de torcedores em relação a Fabinho. Além disso, afirmou que insultos xenofóbicos também foram direcionados aos demais jogadores do Ceará.

"Acho que eles vêm ver o espetáculo, que foi bonito, parabéns pela vitória do Santos. Mas o cara quer menosprezar o Fabinho, menosprezar a mim, fazer ato de racismo com ele, chamando de negão e vagabundo. O futebol perde a essência, o brasileiro tem que se controlar mais. O cara, embriagado, xingou a gente. Tinha que estudar mais. Falou que o Ceará joga no Norte. Ou eu não entendo muito, acho que estudei de sacanagem", disse Galhardo.

O Ceará abriu vantagem no primeiro tempo, mas acabou sofrendo a virada do Santos na etapa final. O jogo terminou com bate-boca e confusão após os jogadores da equipe visitante reclamarem do que entenderam ser menosprezo e firula de Soteldo, que segurou a bola e deu alguns dribles nos últimos instantes do duelo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;