Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Consórcio debate fim de isenção para as entidades filantrópicas

Colegiado e grupos criticam proposta que institui cobrança gradual de recolhimento previdenciário


Do Diário do Grande ABC

18/10/2019 | 07:26


Representantes de entidades filantrópicas reagiram à possibilidade do fim da isenção previdenciária, em debate na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 133/2019, conhecida como PEC Paralela da Reforma da Previdência. O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC sediou ontem fórum de discussão do tema.

Pelo texto, seria adotada cobrança gradual de contribuições previdenciárias de instituições educacionais, de saúde e de assistência social com capacidade financeira enquadradas como filantrópicas. A proposta tramita no Senado.

Maria Inês Villalva, da Feasa (Federação das Entidades Assistenciais de Santo André), no encontro, disse que a cobrança causaria desequilíbrio financeiro às entidades e que haveria risco de quebra de algumas delas. “Essa é uma luta não só das entidades de Santo André, mas de todas da região. A nossa voz só será forte se estivermos unidos.”

“Desde que essa PEC apareceu, nos trouxe preocupação muito grande. Estamos falando de serviços sérios, especializados, que atuam onde o Estado não chega e que podem ser interrompidos”, afirmou Leila Maria Ramos, da Rebrates (Rede Brasileira do Terceiro Setor).

Secretário executivo da entidade, Edgard Brandão considerou a confecção de documento pleiteando a manutenção das regras. “Muitas entidades vão fechar, é preocupante porque, quando você fala em qualquer recolhimento patronal, para entidades que já estão trabalhando no vermelho, prejudica ainda mais.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Consórcio debate fim de isenção para as entidades filantrópicas

Colegiado e grupos criticam proposta que institui cobrança gradual de recolhimento previdenciário

Do Diário do Grande ABC

18/10/2019 | 07:26


Representantes de entidades filantrópicas reagiram à possibilidade do fim da isenção previdenciária, em debate na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 133/2019, conhecida como PEC Paralela da Reforma da Previdência. O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC sediou ontem fórum de discussão do tema.

Pelo texto, seria adotada cobrança gradual de contribuições previdenciárias de instituições educacionais, de saúde e de assistência social com capacidade financeira enquadradas como filantrópicas. A proposta tramita no Senado.

Maria Inês Villalva, da Feasa (Federação das Entidades Assistenciais de Santo André), no encontro, disse que a cobrança causaria desequilíbrio financeiro às entidades e que haveria risco de quebra de algumas delas. “Essa é uma luta não só das entidades de Santo André, mas de todas da região. A nossa voz só será forte se estivermos unidos.”

“Desde que essa PEC apareceu, nos trouxe preocupação muito grande. Estamos falando de serviços sérios, especializados, que atuam onde o Estado não chega e que podem ser interrompidos”, afirmou Leila Maria Ramos, da Rebrates (Rede Brasileira do Terceiro Setor).

Secretário executivo da entidade, Edgard Brandão considerou a confecção de documento pleiteando a manutenção das regras. “Muitas entidades vão fechar, é preocupante porque, quando você fala em qualquer recolhimento patronal, para entidades que já estão trabalhando no vermelho, prejudica ainda mais.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;