Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Casa Civil nomeia Geraldo José de Melo Filho para a presidência do Incra



17/10/2019 | 08:07


A Casa Civil confirmou nesta quinta-feira, 17, em portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), a exoneração do general João Carlos de Jesus Corrêa do cargo de presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Para exercer o cargo de presidente do Incra foi nomeado Geraldo José da Câmara Ferreira de Melo Filho, conforme ato publicado no DOU.

A demissão de Corrêa já havia sido anunciada, após o secretário especial de Assuntos Fundiários, Nabhan Garcia, ter reclamado de "falhas no trabalho do Incra", o que expôs uma crise entre o secretário, a ala militar do governo e o próprio Ministério da Agricultura.

Corrêa, ao se despedir do cargo em mensagem enviada a um núcleo restrito de servidores do Incra, disse que se tornara uma "pedra no sapato" por contrariar interesses e até mesmo por atacar "verdadeiras organizações criminosas". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Casa Civil nomeia Geraldo José de Melo Filho para a presidência do Incra


17/10/2019 | 08:07


A Casa Civil confirmou nesta quinta-feira, 17, em portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), a exoneração do general João Carlos de Jesus Corrêa do cargo de presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Para exercer o cargo de presidente do Incra foi nomeado Geraldo José da Câmara Ferreira de Melo Filho, conforme ato publicado no DOU.

A demissão de Corrêa já havia sido anunciada, após o secretário especial de Assuntos Fundiários, Nabhan Garcia, ter reclamado de "falhas no trabalho do Incra", o que expôs uma crise entre o secretário, a ala militar do governo e o próprio Ministério da Agricultura.

Corrêa, ao se despedir do cargo em mensagem enviada a um núcleo restrito de servidores do Incra, disse que se tornara uma "pedra no sapato" por contrariar interesses e até mesmo por atacar "verdadeiras organizações criminosas". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;