Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Bolsonaro diz que 13º do Bolsa Família mostra que governo quer manter programa



15/10/2019 | 18:44


O presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou nesta terça-feira, 15, medida provisória para garantir pagamento da 13ª parcela do Bolsa Família. A medida era uma promessa de campanha do presidente, que diz ter sido atacado durante a disputa eleitoral de 2018 por "fake news" sobre querer terminar com o programa social.

"Quase todas (as 'fake news' nas eleições de 2018) foram contra minha candidatura. Entre elas, uma tentativa desesperada, que pregou, especialmente no Nordeste, que acabaríamos com Bolsa Família", declarou o presidente.

Segundo Bolsonaro, a assinatura mostra que o governo não é contra o benefício. "Mesmo sabendo que o bom programa social é aquele que sai mais gente do que entra", afirmou. Apesar da promessa na campanha, reiterada nos primeiros meses de governo, o pagamento só foi oficializado após aumento de R$ R$ 2,58 bilhões no orçamento do Ministério da Cidadania, garantida no Relatório de Receitas e Despesas Primárias do Primeiro Bimestre de 2019.

O Bolsa Família atende famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e pobreza, com renda de até R$ 178. Na folha de setembro, 13,5 milhões de famílias receberam o benefício. O valor médio pago foi de R$ 189,21.

Irmã Dulce

Dias após a cerimônia de canonização da Irmã Dulce, no Vaticano, o governo anunciou liberação de R$ 18 milhões para obras no Hospital Santo Antônio, originado das Obras Sociais Irmã Dulce, em Salvador (BA). Bolsonaro disse que a primeira santa brasileira "tirou as dores e curou muita gente com o seu trabalho". Ainda afirmou que fica satisfeito com a transferência da verba. "Afinal de contas, parte considerável da população brasileira é católica. E a grande parte é cristã", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolsonaro diz que 13º do Bolsa Família mostra que governo quer manter programa


15/10/2019 | 18:44


O presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou nesta terça-feira, 15, medida provisória para garantir pagamento da 13ª parcela do Bolsa Família. A medida era uma promessa de campanha do presidente, que diz ter sido atacado durante a disputa eleitoral de 2018 por "fake news" sobre querer terminar com o programa social.

"Quase todas (as 'fake news' nas eleições de 2018) foram contra minha candidatura. Entre elas, uma tentativa desesperada, que pregou, especialmente no Nordeste, que acabaríamos com Bolsa Família", declarou o presidente.

Segundo Bolsonaro, a assinatura mostra que o governo não é contra o benefício. "Mesmo sabendo que o bom programa social é aquele que sai mais gente do que entra", afirmou. Apesar da promessa na campanha, reiterada nos primeiros meses de governo, o pagamento só foi oficializado após aumento de R$ R$ 2,58 bilhões no orçamento do Ministério da Cidadania, garantida no Relatório de Receitas e Despesas Primárias do Primeiro Bimestre de 2019.

O Bolsa Família atende famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e pobreza, com renda de até R$ 178. Na folha de setembro, 13,5 milhões de famílias receberam o benefício. O valor médio pago foi de R$ 189,21.

Irmã Dulce

Dias após a cerimônia de canonização da Irmã Dulce, no Vaticano, o governo anunciou liberação de R$ 18 milhões para obras no Hospital Santo Antônio, originado das Obras Sociais Irmã Dulce, em Salvador (BA). Bolsonaro disse que a primeira santa brasileira "tirou as dores e curou muita gente com o seu trabalho". Ainda afirmou que fica satisfeito com a transferência da verba. "Afinal de contas, parte considerável da população brasileira é católica. E a grande parte é cristã", disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;