Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Plataforma ABCD será lançada hoje e divulgará ações musicais da região

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ideia surge com a sugestão de divulgar o que acontece na região no mundo da música


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

16/10/2019 | 07:40


Produtores culturais, músicos das mais diversas linguagens, luthiers (que confeccionam e fazem reparos em instrumentos musicais) e o público que vive esse universo de alguma forma. Todos podem ficar conectados num mesmo local. Essa é a sugestão da Plataforma ABCD (www.plataformaabcd.com), ferramenta que ganha vida a partir de hoje e chega ao mercado com a sugestão de divulgar e valorizar a produção dessa fatia da população. E o mais interessante, voltada para o que acontece na região.

O lançamento acontece no A Praieira Bar (Rua Coronel Ortiz, 96), em Santo André, a partir das 20h. Na ocasião o público poderá conferir shows de Rodrigo Regis, Freud à Deriva, Nego Lessa, João Cristal, Patrícia Nabeiro, Juan Martinez, Paulo Tanury e Lissandra Lima. A entrada é gratuita.

Segundo Vanderlei Lopes de Faria, curador da plataforma e que assina a parceria da ferramenta ao lado de Walter Venturini, a ideia surgiu a partir de conversas com músicos e consumidores de música da região. “Não existia até agora uma ferramenta para melhor divulgar os trabalhos e que oferecesse serviços voltados para o setor na região”, explica Lopes.

O trabalho vem sendo elaborado há cerca de um ano com diálogo com luthiers, professores de música, artistas, produtores culturais, lojistas e público em geral. “Começamos efetivamente a montar a Plataforma há três meses”, afirma Faria.

Na Plataforma ABCD as pessoas encontrarão fotos, vídeos, release e links em formato MP3 de músicos. Os artistas poderão liberar para audição algumas canções ou um álbum todo. Será possível encontrar luthiers, músico vendendo ou trocando instrumento, artista procurando banda, banda procurando músico, produtor querendo contratar e por aí vai. “A Plataforma vai oferecer serviços e produtos para profissionais da área, disponibilizar agenda cultural com as principais atividades da região, dará visibilidade para a demanda dos produtores culturais”, explica.

Segundo Faria, nessa fase inicial não haverá nenhuma cobrança pelo uso. A ideia, no momento, segundo ele, é divulgar a Plataforma e promover a produção artística local.

Faria acredita que o Grande ABC é um local diferenciado e forte quanto à relação de produção musical. Ele diz ainda que é berço de inúmeros artistas que têm contribuído e muito para a música brasileira. “A região foi o berço de grandes bandas e vários intérpretes, compositores e músicos em geral. Essa diversidade é fruto da própria formação local, que concentrou migrantes de vários lugares do Brasil e de outros países. Aqui você pode ver, por exemplo, apresentações de reisado (festa popular e folclórica), congada (evento cultural e religioso tradicional) e de outras manifestações culturais que só são encontradas nos rincões brasileiros e ao mesmo tempo um dos maiores celeiros de rock do Brasil”, diz.

E apesar do nome da ferramenta, os serviços que ela oferece estão abertos para qualquer pessoa, mesmo quem não more no Grande ABC. “A região tem uma expressão nacional. Diria até que nossos artistas circulam por turnês internacionais. Claro que a público local deve ter um interesse maior, mas a Plataforma está aberta a todos” afirma Faria.

Ele diz que mais de 230 músicos já se cadastraram na Plataforma. “O pessoal está descobrindo agora e muita gente está me procurando para participar”, diz. Uma das ideias futuras é transformar o projeto em aplicativo também. “Vamos dar esse pontapé inicial. Mas o próximo passo é construir novas formas de interação”, encerra. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Plataforma ABCD será lançada hoje e divulgará ações musicais da região

Ideia surge com a sugestão de divulgar o que acontece na região no mundo da música

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

16/10/2019 | 07:40


Produtores culturais, músicos das mais diversas linguagens, luthiers (que confeccionam e fazem reparos em instrumentos musicais) e o público que vive esse universo de alguma forma. Todos podem ficar conectados num mesmo local. Essa é a sugestão da Plataforma ABCD (www.plataformaabcd.com), ferramenta que ganha vida a partir de hoje e chega ao mercado com a sugestão de divulgar e valorizar a produção dessa fatia da população. E o mais interessante, voltada para o que acontece na região.

O lançamento acontece no A Praieira Bar (Rua Coronel Ortiz, 96), em Santo André, a partir das 20h. Na ocasião o público poderá conferir shows de Rodrigo Regis, Freud à Deriva, Nego Lessa, João Cristal, Patrícia Nabeiro, Juan Martinez, Paulo Tanury e Lissandra Lima. A entrada é gratuita.

Segundo Vanderlei Lopes de Faria, curador da plataforma e que assina a parceria da ferramenta ao lado de Walter Venturini, a ideia surgiu a partir de conversas com músicos e consumidores de música da região. “Não existia até agora uma ferramenta para melhor divulgar os trabalhos e que oferecesse serviços voltados para o setor na região”, explica Lopes.

O trabalho vem sendo elaborado há cerca de um ano com diálogo com luthiers, professores de música, artistas, produtores culturais, lojistas e público em geral. “Começamos efetivamente a montar a Plataforma há três meses”, afirma Faria.

Na Plataforma ABCD as pessoas encontrarão fotos, vídeos, release e links em formato MP3 de músicos. Os artistas poderão liberar para audição algumas canções ou um álbum todo. Será possível encontrar luthiers, músico vendendo ou trocando instrumento, artista procurando banda, banda procurando músico, produtor querendo contratar e por aí vai. “A Plataforma vai oferecer serviços e produtos para profissionais da área, disponibilizar agenda cultural com as principais atividades da região, dará visibilidade para a demanda dos produtores culturais”, explica.

Segundo Faria, nessa fase inicial não haverá nenhuma cobrança pelo uso. A ideia, no momento, segundo ele, é divulgar a Plataforma e promover a produção artística local.

Faria acredita que o Grande ABC é um local diferenciado e forte quanto à relação de produção musical. Ele diz ainda que é berço de inúmeros artistas que têm contribuído e muito para a música brasileira. “A região foi o berço de grandes bandas e vários intérpretes, compositores e músicos em geral. Essa diversidade é fruto da própria formação local, que concentrou migrantes de vários lugares do Brasil e de outros países. Aqui você pode ver, por exemplo, apresentações de reisado (festa popular e folclórica), congada (evento cultural e religioso tradicional) e de outras manifestações culturais que só são encontradas nos rincões brasileiros e ao mesmo tempo um dos maiores celeiros de rock do Brasil”, diz.

E apesar do nome da ferramenta, os serviços que ela oferece estão abertos para qualquer pessoa, mesmo quem não more no Grande ABC. “A região tem uma expressão nacional. Diria até que nossos artistas circulam por turnês internacionais. Claro que a público local deve ter um interesse maior, mas a Plataforma está aberta a todos” afirma Faria.

Ele diz que mais de 230 músicos já se cadastraram na Plataforma. “O pessoal está descobrindo agora e muita gente está me procurando para participar”, diz. Uma das ideias futuras é transformar o projeto em aplicativo também. “Vamos dar esse pontapé inicial. Mas o próximo passo é construir novas formas de interação”, encerra. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;