Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Elton John relembra primeiro contato que teve com as drogas: - Vi alguém usando cocaína e perguntei: O que ele está fazendo?



15/10/2019 | 12:11


Elton John está chamando a atenção desde que algumas das revelações publicadas em seu mais novo livro, Me, foram divulgadas. A obra ainda não foi lançada, mas isso não impediu que alguns de seus detalhes viessem a público e, até agora, já se sabe que o cantor revelou ter visto a Rainha Elizabeth II dar vários tapas no rosto de um de seus sobrinhos e que, na visão dele, Michael Jackson era um doente mental.

Dessa vez, em entrevista para Harry Smith, do canal NBC, o vencedor do Grammy de 72 anos de idade lembrou o momento em que foi apresentado à cocaína.

- Vi alguém usando cocaína e perguntei: O que ele está fazendo?

Segundo o cantor, a pessoa afirmou na época que isso faz você se sentir livre.

- E eu pensei: Hmm, eu sempre estive do lado de fora olhando de longe. Tipo na escola e nunca fui membro de um grupinho ou qualquer outra coisa. Então pensei: Vou tentar isso, completou.

A partir de então, a sua relação com a droga apenas aumentou.

- Eu gostei porque pude conversar. Eu era muito tímido, então pensei: Esta é a droga que me abriu. Posso conversar, posso ser notado.

Elton foi viciado em cocaína por 16 anos e destacou que apenas se deu conta de que seu vício estava fora do controle após a morte do amigo Ryan White, em abril de 1990, vítima de AIDS.

- Quando ele morreu, estando lá em Indianápolis [nos Estados Unidos]. Voltando ao hotel [após o funeral] e reclamando do papel de parede, da decoração da sala e pensando: Você é o imbecil mais ingrato. Você reclama de tudo. Esse garoto nunca se queixou de contrair HIV e AIDS por uma transfusão de sangue. Ele nunca reclamou, apenas incentivou as pessoas? Você é um pedaço de m***a. E foi isso que senti por mim mesmo, revelou.

O cantor ainda revelou que estava oficialmente sóbrio seis meses depois da morte do amigo e, em homenagem a ele, criou a Elton John AIDS Foundation em 1992, na esperança de apoiar a prevenção inovadora do HIV, programas educacionais e atendimento direto às pessoas que vivem com a doença.

- Eu poderia ter sido um deles. É claro que eu poderia ter me tornado HIV positivo. Tive muita sorte. Fui abençoado e sempre achei que, pelo fato de, quando fiquei sóbrio, retribuir algo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Elton John relembra primeiro contato que teve com as drogas: - Vi alguém usando cocaína e perguntei: O que ele está fazendo?


15/10/2019 | 12:11


Elton John está chamando a atenção desde que algumas das revelações publicadas em seu mais novo livro, Me, foram divulgadas. A obra ainda não foi lançada, mas isso não impediu que alguns de seus detalhes viessem a público e, até agora, já se sabe que o cantor revelou ter visto a Rainha Elizabeth II dar vários tapas no rosto de um de seus sobrinhos e que, na visão dele, Michael Jackson era um doente mental.

Dessa vez, em entrevista para Harry Smith, do canal NBC, o vencedor do Grammy de 72 anos de idade lembrou o momento em que foi apresentado à cocaína.

- Vi alguém usando cocaína e perguntei: O que ele está fazendo?

Segundo o cantor, a pessoa afirmou na época que isso faz você se sentir livre.

- E eu pensei: Hmm, eu sempre estive do lado de fora olhando de longe. Tipo na escola e nunca fui membro de um grupinho ou qualquer outra coisa. Então pensei: Vou tentar isso, completou.

A partir de então, a sua relação com a droga apenas aumentou.

- Eu gostei porque pude conversar. Eu era muito tímido, então pensei: Esta é a droga que me abriu. Posso conversar, posso ser notado.

Elton foi viciado em cocaína por 16 anos e destacou que apenas se deu conta de que seu vício estava fora do controle após a morte do amigo Ryan White, em abril de 1990, vítima de AIDS.

- Quando ele morreu, estando lá em Indianápolis [nos Estados Unidos]. Voltando ao hotel [após o funeral] e reclamando do papel de parede, da decoração da sala e pensando: Você é o imbecil mais ingrato. Você reclama de tudo. Esse garoto nunca se queixou de contrair HIV e AIDS por uma transfusão de sangue. Ele nunca reclamou, apenas incentivou as pessoas? Você é um pedaço de m***a. E foi isso que senti por mim mesmo, revelou.

O cantor ainda revelou que estava oficialmente sóbrio seis meses depois da morte do amigo e, em homenagem a ele, criou a Elton John AIDS Foundation em 1992, na esperança de apoiar a prevenção inovadora do HIV, programas educacionais e atendimento direto às pessoas que vivem com a doença.

- Eu poderia ter sido um deles. É claro que eu poderia ter me tornado HIV positivo. Tive muita sorte. Fui abençoado e sempre achei que, pelo fato de, quando fiquei sóbrio, retribuir algo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;