Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ex-assessora de Trump depõe à comissão de inquérito sobre impeachment

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


15/10/2019 | 08:25


Fiona Hill, ex-diretora de Assuntos Europeus e Russos do Conselho de Segurança Nacional, prestou depoimento nesta segunda-feira, 14, a portas fechadas à comissão que conduz o inquérito de impeachment do presidente americano, Donald Trump. A investigação se concentra em um telefonema em que Trump pressionou o presidente ucraniano, Volodmir Zelenski, a investigar o pré-candidato democrata Joe Biden, e o filho dele, Hunter.

Gordon Sondland, embaixador dos EUA na União Europeia, depõe na quinta-feira, dia 17. Ele participou de uma troca de mensagens que revelam o temor de assessores do presidente que a pressão sobre a Ucrânia fosse ilegal. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ex-assessora de Trump depõe à comissão de inquérito sobre impeachment


15/10/2019 | 08:25


Fiona Hill, ex-diretora de Assuntos Europeus e Russos do Conselho de Segurança Nacional, prestou depoimento nesta segunda-feira, 14, a portas fechadas à comissão que conduz o inquérito de impeachment do presidente americano, Donald Trump. A investigação se concentra em um telefonema em que Trump pressionou o presidente ucraniano, Volodmir Zelenski, a investigar o pré-candidato democrata Joe Biden, e o filho dele, Hunter.

Gordon Sondland, embaixador dos EUA na União Europeia, depõe na quinta-feira, dia 17. Ele participou de uma troca de mensagens que revelam o temor de assessores do presidente que a pressão sobre a Ucrânia fosse ilegal. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;