Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ainda sem Messi, Argentina faz 6 a 1 no Equador em amistoso na Espanha



13/10/2019 | 17:08


A Argentina não precisou de Messi para massacrar o Equador neste domingo e encerrar a data Fifa de outubro em alta. Depois de empatar com a Alemanha em 2 a 2 na última quarta-feira, os argentinos golearam os equatorianos por 6 a 1 em amistoso realizado em Elche, na Espanha.

A Argentina foi alterada pelo técnico Lionel Scaloni e iniciou a partida com apenas cinco jogadores que participaram do empate diante dos alemães. Kannemann, zagueiro do Grêmio, foi uma das seis caras novas. Alario, que brilhou no empate com a Alemanha ao marcar dois gols, foi titular e voltou a se destacar.

Foi dele o primeiro gol do jogo. O atacante abriu o placar de cabeça aos 20 minutos após escanteio batido por Acuña. O lateral Jhon Espinoza marcou contra, aos 27, e Paredes converteu pênalti, aos 32, ampliando para 3 a 0.

Na etapa final, o Equador diminuiu com Angel Mena aos quatro minutos. A reação equatoriana, porém, parou por aí. Pezzella anotou o quarto, de cabeça, aos 21, completando cobrança de falta de Dybala. No final, o jovem Nico Domínguez, do Vélez Sarsfield, marcou o quinto e Lucas Ocampos, atacante do Sevilla, fez o sexto para selar o massacre.

Lionel Scaloni não pôde convocar Messi porque ele foi suspenso pela Conmebol e está impedido de disputar jogos internacionais pela seleção por três meses. A entidade sul-americana puniu o craque do Barcelona em virtude das declarações polêmicas sobre corrupção na última Copa América, disputada no Brasil.

Messi deve voltar a jogar no próximo amistoso da Argentina contra a seleção brasileira. O duelo está marcado para o dia 15 de novembro, data em que a suspensão não tem mais validade. O jogo será em Riad, na Arábia Saudita. Três dias depois, os argentinos voltam a campo para duelar com o Paraguai, em Dacca, Bangladesh.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ainda sem Messi, Argentina faz 6 a 1 no Equador em amistoso na Espanha


13/10/2019 | 17:08


A Argentina não precisou de Messi para massacrar o Equador neste domingo e encerrar a data Fifa de outubro em alta. Depois de empatar com a Alemanha em 2 a 2 na última quarta-feira, os argentinos golearam os equatorianos por 6 a 1 em amistoso realizado em Elche, na Espanha.

A Argentina foi alterada pelo técnico Lionel Scaloni e iniciou a partida com apenas cinco jogadores que participaram do empate diante dos alemães. Kannemann, zagueiro do Grêmio, foi uma das seis caras novas. Alario, que brilhou no empate com a Alemanha ao marcar dois gols, foi titular e voltou a se destacar.

Foi dele o primeiro gol do jogo. O atacante abriu o placar de cabeça aos 20 minutos após escanteio batido por Acuña. O lateral Jhon Espinoza marcou contra, aos 27, e Paredes converteu pênalti, aos 32, ampliando para 3 a 0.

Na etapa final, o Equador diminuiu com Angel Mena aos quatro minutos. A reação equatoriana, porém, parou por aí. Pezzella anotou o quarto, de cabeça, aos 21, completando cobrança de falta de Dybala. No final, o jovem Nico Domínguez, do Vélez Sarsfield, marcou o quinto e Lucas Ocampos, atacante do Sevilla, fez o sexto para selar o massacre.

Lionel Scaloni não pôde convocar Messi porque ele foi suspenso pela Conmebol e está impedido de disputar jogos internacionais pela seleção por três meses. A entidade sul-americana puniu o craque do Barcelona em virtude das declarações polêmicas sobre corrupção na última Copa América, disputada no Brasil.

Messi deve voltar a jogar no próximo amistoso da Argentina contra a seleção brasileira. O duelo está marcado para o dia 15 de novembro, data em que a suspensão não tem mais validade. O jogo será em Riad, na Arábia Saudita. Três dias depois, os argentinos voltam a campo para duelar com o Paraguai, em Dacca, Bangladesh.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;