Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região celebra padroeira do Brasil

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Dom Pedro Carlos Cipollini, bispo do Grande ABC, lembra que Nossa Senhora Aparecida traz amparo aos fiéis nos momentos de crise


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

13/10/2019 | 07:00


 Nossa Senhora Aparecida, cujo feriado foi celebrado ontem, recebeu inúmeras homenagens e demonstrações de fé dos moradores das sete cidades. Conforme o bispo da Diocese de Santo André, responsável pelo Grande ABC, dom Pedro Carlos Cipollini, a santa ampara e dá força, sobretudo em situações de dificuldade. “Ela ajuda os cidadãos no momento de crise, onde o desemprego humilha o povo”, declarou o líder católico da região durante missa na paróquia do Jardim Zaíra, em Mauá, dedicada à padroeira do Brasil.

Segundo o bispo, a santa ensina os homens a serem humildes e a reconhecer a presença de Deus. “Nossa Senhora Aparecida é a mãe de um povo sofrido e os fiéis não precisam de muitas palavras para sentir o apoio e a força que ela nos dá”, afirmou. A paróquia mauaense recebeu, apenas na missa das 10h, aproximadamente 350 fiéis. No local, celebração litúrgica foi realizada a cada duas horas, além de procissão seguida de missa solene às 18h.

Padre da igreja, Sidcley Alves Machado assinalou que Nossa Senhora Aparecida ensina a sociedade a enxergar com os olhos de Jesus. “Ela nos mostra a importância da vida sem preconceitos, pois surgiu em uma época de escravidão no País e intercedeu pelos negros e por sua liberdade”, explicou. O sacerdote observou que a maioria dos fiéis procura a igreja nesta data para agradecer pelas coisas ''''pequenas'''', como o pão de cada dia e a saúde da família. Arlene Borges da Cunha, 44 anos, diarista de Mauá, foi uma dessas pessoas. “Vim agradecer por tudo, mais uma vez.”

PROCISSÃO

Em Santo André, a paróquia Nossa Senhora Aparecida do Parque Novo Oratório recebeu ao menos 1.500 pessoas em procissão realizada pela manhã. Os fiéis destacaram que a ocasião foi mais uma oportunidade para agradecer à santa pelas graças alcançadas e pedir intercessão em causas diversas. Um desses casos é o da doméstica Ana Gomes da Silva, 72. “Temos (ela e o marido) muito a agradecer, principalmente porque Nossa Senhora permitiu que nossa filha se curasse do câncer”, contou a andreense.

Já a doméstica Ivone Paschoal Pinto, 74, residente de Santo André, participou da procissão pela primeira vez com pedido especial: um emprego para o filho. “Ele está há cinco meses desempregado e estou muito triste com isso. Vou entregar uma rosa à Nossa Senhora com este pedido.”

Moradora de uma das ruas que faziam parte do trajeto da procissão, a doméstica Nadir da Costa, 72, recebeu a bênção com água benta em casa. “Acompanho as atividades da paróquia há 35 anos, mas neste ano não pude ir (à procissão) porque estou com problema no joelho”, contou, emocionada ao ver a imagem da santa da qual é devota.

Bolsonaro participa de missa sob vaias e aplausos

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), recebeu aplausos, mas também foi vaiado durante a missa em homenagem à padroeira do Brasil, na tarde de ontem, no Santuário de Aparecida, Interior de São Paulo. As manifestações do público que lotava o tempo católico aconteceram quando ele adentrou o recinto e em três vezes em que seu nome foi citado durante a celebração.

Trata-se da primeira visita de um presidente ao santuário no dia 12 de outubro e a segunda de mandatário no cargo. A outra foi de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em maio de 1998, na inauguração do Centro de Apoio ao Romeiro. 

O presidente esteve em Aparecida em momento em que o clero faz críticas ao governo em relação ao meio ambiente e defende o Sínodo da Amazônia, encontro convocado pelo Papa Francisco questionado por Bolsonaro. 

Na missa principal do dia, pela manhã, o arcebispo de Aparecida, Orlando Brandes, havia criticado o “dragão do tradicionalismo” e dito que “a direita é violenta e injusta”. À tarde, o arcebispo foi menos contundente. “Há dragões que atacam de tudo o que é lado. Atacam a Igreja, as religiões. Esses dragões são as ideologias.”

A estimativa é a de que 170 mil pessoas tenham visitado o santuário ontem.

SÍNODO

O papa Francisco gravou mensagem aos brasileiros lembrando o dia de Nossa Senhora Aparecida. O vídeo foi captado durante encontro fechado do Sínodo dos Bispos Sobre a Amazônia. Francisco pediu para que a santa ajude os brasileiros em momentos de “tantas limitações políticas ou sociais ou ecológicas”. (do Estadão Conteúdo)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;