Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Atila põe aliado de ex-oposicionista para o comando da Sama em Mauá

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Junior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

12/10/2019 | 06:23


O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), caminha para reconstruir sua base na Câmara desde que retornou ao cargo após a Justiça paulista conceder liminar anulando o impeachment, no mês passado. Para tanto, o socialista decidiu amarrar o apoio do ex-oposicionista Chiquinho do Zaíra (Avante) e nomeou ex-assessor do parlamentar para o comando da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá).

Atila recuou da ideia de alocar seu antigo aliado, Paulo Sérgio Pereira (PRP), para a superintendência da autarquia e decidiu emplacar no cargo José Francisco Jacinto, o Icão. A portaria com a nomeação do aliado de Chiquinho do Zaíra foi publicada ontem no Diário Oficial.

Figura antiga na política de Mauá e ex-secretário do governo de Leonel Damo (sem partido), Icão ocupava o posto de chefe de gabinete de Chiquinho do Zaíra até meados de junho, quando foi alçado a cargo de destaque no governo de Alaíde Damo (MDB), que havia herdado a cadeira após o impeachment de Atila. Ele foi o pivô do auge da crise entre a Câmara e a gestão da emedebista. A indicação de Icão como adjunto da Secretaria de Governo e a incumbência de assumir a articulação política no Legislativo foram rejeitadas pelo presidente da casa, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD). Como resposta, o parlamentar articulou a rejeição inédita da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), fazendo com que o governo Alaíde tivesse que reeditar o projeto para reenviá-lo à Câmara. A emedebista acabou cedendo e remanejou Icão de cargo.

REAPROXIMAÇÃO

Ex-oposição a Atila, Chiquinho do Zaíra votou favoravelmente ao impeachment do socialista, em abril. Com o retorno do prefeito eleito ao cargo, no início do mês, o parlamentar não escondeu a reaproximação. Foi um dos raros parlamentares que prestigiaram a cerimônia que reconduziu o socialista ao cargo. O agora governista também marcou presença, ao lado de poucos colegas da casa, no primeiro ato público de Atila, na semana passada, durante entrega de 53 ônibus. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atila põe aliado de ex-oposicionista para o comando da Sama em Mauá

Junior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

12/10/2019 | 06:23


O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), caminha para reconstruir sua base na Câmara desde que retornou ao cargo após a Justiça paulista conceder liminar anulando o impeachment, no mês passado. Para tanto, o socialista decidiu amarrar o apoio do ex-oposicionista Chiquinho do Zaíra (Avante) e nomeou ex-assessor do parlamentar para o comando da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá).

Atila recuou da ideia de alocar seu antigo aliado, Paulo Sérgio Pereira (PRP), para a superintendência da autarquia e decidiu emplacar no cargo José Francisco Jacinto, o Icão. A portaria com a nomeação do aliado de Chiquinho do Zaíra foi publicada ontem no Diário Oficial.

Figura antiga na política de Mauá e ex-secretário do governo de Leonel Damo (sem partido), Icão ocupava o posto de chefe de gabinete de Chiquinho do Zaíra até meados de junho, quando foi alçado a cargo de destaque no governo de Alaíde Damo (MDB), que havia herdado a cadeira após o impeachment de Atila. Ele foi o pivô do auge da crise entre a Câmara e a gestão da emedebista. A indicação de Icão como adjunto da Secretaria de Governo e a incumbência de assumir a articulação política no Legislativo foram rejeitadas pelo presidente da casa, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD). Como resposta, o parlamentar articulou a rejeição inédita da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), fazendo com que o governo Alaíde tivesse que reeditar o projeto para reenviá-lo à Câmara. A emedebista acabou cedendo e remanejou Icão de cargo.

REAPROXIMAÇÃO

Ex-oposição a Atila, Chiquinho do Zaíra votou favoravelmente ao impeachment do socialista, em abril. Com o retorno do prefeito eleito ao cargo, no início do mês, o parlamentar não escondeu a reaproximação. Foi um dos raros parlamentares que prestigiaram a cerimônia que reconduziu o socialista ao cargo. O agora governista também marcou presença, ao lado de poucos colegas da casa, no primeiro ato público de Atila, na semana passada, durante entrega de 53 ônibus. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;