Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 14 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Nevava. E os Ghirelli embarcam para o Brasil

Da série Clássicos do Diário, a história de Carolina Ghirelli Dall’Olio


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

11/10/2019 | 07:00


Há 30 anos, os Ghirelli de Santo André abriram as portas de sua casa para que esta página Memória entrevistasse Carolina Ghirelli Dall’Olio, às vésperas de completar 100 anos de idade. Era 5 de outubro de 1989. Dia seguinte, neste mesmo espaço, escrevíamos:

“(...) Carolina Ghirelli Dall’Olio completa hoje 100 anos de idade. Lúcida. Lembra da saída do Porto de Gênova, a 15 de novembro de 1895. Nevava”.

A entrevista rendeu uma série. Dúvidas foram desfeitas. Informações, sistematizadas.</CW>

Em Santo André, uma hospedaria 

Os Ghirelli desembarcaram em Santos. De trem, subiram a serra. Chegaram à Estação de São Bernardo (hoje Santo André). Passaram a noite num barracão destinado aos imigrantes e que ficava no começo da atual Rua General Glicério.

Primeira notícia: Santo André também teve a sua hospedaria dos imigrantes.

Dia seguinte, os Ghirelli seguiram para São Carlos de Pinhal. Somente oito anos depois a família iria se fixar em Santo André, onde permanece.

1903. Santo André. Os Ghirelli chegam para ficar. Carolina tinha 14 anos.

E se ela se lembrava da saída da Itália quando tinha apenas de 5 para 6 anos, aos 14 guardou na lembrança o que viu quando chegou a Santo André.

O traçado das ruas centrais apenas se esboçava. Havia a Coronel Oliveira Lima, em direção à Vila de São Bernardo. 

A atual Rua Bernardino de Campos, a partir da estação, morria onde hoje se bifurca com a Avenida Portugal. 

A General Glicério já interligava a Bernardino de Campos e a Coronel Oliveira Lima. Cruzava a Coronel e morria logo após.

A Senador Flaquer já existia. Ali eram disputadas corridas de cavalo.

A Rua Alfredo Flaquer ia até as cocheiras de Agenor de Camargo, no Ipiranguinha.

Gente: estamos revivendo uma entrevista com uma senhora centenária que ouvimos 30 anos atrás. Memória oral pura. O que significa que nos guardados da Memória há muita história viva que nossos antigos legaram. Dona Carolina falou mais, muito mais.

Diário há 30 anos

Quarta-feira, 11 de outubro de 1989 – ano 32; edição 7193 

Manchete – Saúde pede que não se consuma batata 

Vigilância Sanitária desaconselhava o produto, independentemente do local de origem.

Indústria – Produção da Volkswagen chega aos 8 milhões de carros.

Movimento Sindical – Quatro mil operários param as fábricas da Philips.

Cultura & Lazer – Antonio Fagundes é o ator principal da peça Muro de Arrimo, em cartaz no Teatro Municipal de Santo André.

Em 11 de outubro de...

1914 –  A I Guerra. Manchete do Estadão: a rendição da Antuérpia, a resistência dos belgas, o rei Alberto ligeiramente ferido, a morte do rei da Romênia: Carlos I.

1919 – Noticiava-se que a região ganharia um novo grupo escolar, na sede do município, onde existiam diversas escolas isoladas e número elevado de alunos.

Nota – A sede, no caso, era a Vila de São Bernardo. E, de fato, o grupo escolar seria criado e instalado no casarão de taipa construído por escravos no início do século XIX, propriedade do alferes Bonilha.

O casarão não existe mais. Foi demolido na primeira metade da década de 1950. No seu lugar foi construída a Escola Estadual Maria Iracema Munhoz, da Praça Lauro Gomes.

1939 – A II Guerra. Manchete do Estadão: o presidente do Conselho, Sr. Daladier, definiu ontem a atitude da França em relação à pacificação da Europa.

Prosseguia na Matriz Nova de São Caetano, a Sagrada Família, as novenas do Mês do Rosário.

O Município de São Bernardo tinha novo prefeito, Armando Pereira da Rosa.

1984 – Luis Carlos Sperandio, enviado especial do Diário  escreve da Itália: Pirelli Santo André consegue o bicampeonato: 3 a 1 sobre o Santal Parma. Montanaro e Xandó desmontaram o forte bloqueio italiano.

Festa no Estoril, em São Bernardo, para comemorar o Dia da Criança.

Santos do dia

- João XXIII

- Zenaide

Hoje

- Dia do Deficiente Físico: lei estadual número 2.795, de 16 de abril de 1981, proposta pelo deputado Osmar Ribeiro Fonseca, de São Caetano.

Municípios brasileiros

Celebram aniversários em 11 de outubro:

- Em São Paulo, Pariquera-Açu, no Vale do Paraíba. Elevado a município em 1954, quando se separa de Jacupiranga.

- Em Rondônia, Ariquemes

- No Rio Grande do Sul, Bento Gonçalves

- No Paraná, Cambé, Rio Branco do Sul e Santa Mariana

- Na Paraíba, Campina Grande

- Em Goiás, Itauçu

- No Rio Grande do Norte, Jucurutu

- Hoje é também o aniversário do Estado de Mato Grosso do Sul


Fonte: IBGE. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nevava. E os Ghirelli embarcam para o Brasil

Da série Clássicos do Diário, a história de Carolina Ghirelli Dall’Olio

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

11/10/2019 | 07:00


Há 30 anos, os Ghirelli de Santo André abriram as portas de sua casa para que esta página Memória entrevistasse Carolina Ghirelli Dall’Olio, às vésperas de completar 100 anos de idade. Era 5 de outubro de 1989. Dia seguinte, neste mesmo espaço, escrevíamos:

“(...) Carolina Ghirelli Dall’Olio completa hoje 100 anos de idade. Lúcida. Lembra da saída do Porto de Gênova, a 15 de novembro de 1895. Nevava”.

A entrevista rendeu uma série. Dúvidas foram desfeitas. Informações, sistematizadas.</CW>

Em Santo André, uma hospedaria 

Os Ghirelli desembarcaram em Santos. De trem, subiram a serra. Chegaram à Estação de São Bernardo (hoje Santo André). Passaram a noite num barracão destinado aos imigrantes e que ficava no começo da atual Rua General Glicério.

Primeira notícia: Santo André também teve a sua hospedaria dos imigrantes.

Dia seguinte, os Ghirelli seguiram para São Carlos de Pinhal. Somente oito anos depois a família iria se fixar em Santo André, onde permanece.

1903. Santo André. Os Ghirelli chegam para ficar. Carolina tinha 14 anos.

E se ela se lembrava da saída da Itália quando tinha apenas de 5 para 6 anos, aos 14 guardou na lembrança o que viu quando chegou a Santo André.

O traçado das ruas centrais apenas se esboçava. Havia a Coronel Oliveira Lima, em direção à Vila de São Bernardo. 

A atual Rua Bernardino de Campos, a partir da estação, morria onde hoje se bifurca com a Avenida Portugal. 

A General Glicério já interligava a Bernardino de Campos e a Coronel Oliveira Lima. Cruzava a Coronel e morria logo após.

A Senador Flaquer já existia. Ali eram disputadas corridas de cavalo.

A Rua Alfredo Flaquer ia até as cocheiras de Agenor de Camargo, no Ipiranguinha.

Gente: estamos revivendo uma entrevista com uma senhora centenária que ouvimos 30 anos atrás. Memória oral pura. O que significa que nos guardados da Memória há muita história viva que nossos antigos legaram. Dona Carolina falou mais, muito mais.

Diário há 30 anos

Quarta-feira, 11 de outubro de 1989 – ano 32; edição 7193 

Manchete – Saúde pede que não se consuma batata 

Vigilância Sanitária desaconselhava o produto, independentemente do local de origem.

Indústria – Produção da Volkswagen chega aos 8 milhões de carros.

Movimento Sindical – Quatro mil operários param as fábricas da Philips.

Cultura & Lazer – Antonio Fagundes é o ator principal da peça Muro de Arrimo, em cartaz no Teatro Municipal de Santo André.

Em 11 de outubro de...

1914 –  A I Guerra. Manchete do Estadão: a rendição da Antuérpia, a resistência dos belgas, o rei Alberto ligeiramente ferido, a morte do rei da Romênia: Carlos I.

1919 – Noticiava-se que a região ganharia um novo grupo escolar, na sede do município, onde existiam diversas escolas isoladas e número elevado de alunos.

Nota – A sede, no caso, era a Vila de São Bernardo. E, de fato, o grupo escolar seria criado e instalado no casarão de taipa construído por escravos no início do século XIX, propriedade do alferes Bonilha.

O casarão não existe mais. Foi demolido na primeira metade da década de 1950. No seu lugar foi construída a Escola Estadual Maria Iracema Munhoz, da Praça Lauro Gomes.

1939 – A II Guerra. Manchete do Estadão: o presidente do Conselho, Sr. Daladier, definiu ontem a atitude da França em relação à pacificação da Europa.

Prosseguia na Matriz Nova de São Caetano, a Sagrada Família, as novenas do Mês do Rosário.

O Município de São Bernardo tinha novo prefeito, Armando Pereira da Rosa.

1984 – Luis Carlos Sperandio, enviado especial do Diário  escreve da Itália: Pirelli Santo André consegue o bicampeonato: 3 a 1 sobre o Santal Parma. Montanaro e Xandó desmontaram o forte bloqueio italiano.

Festa no Estoril, em São Bernardo, para comemorar o Dia da Criança.

Santos do dia

- João XXIII

- Zenaide

Hoje

- Dia do Deficiente Físico: lei estadual número 2.795, de 16 de abril de 1981, proposta pelo deputado Osmar Ribeiro Fonseca, de São Caetano.

Municípios brasileiros

Celebram aniversários em 11 de outubro:

- Em São Paulo, Pariquera-Açu, no Vale do Paraíba. Elevado a município em 1954, quando se separa de Jacupiranga.

- Em Rondônia, Ariquemes

- No Rio Grande do Sul, Bento Gonçalves

- No Paraná, Cambé, Rio Branco do Sul e Santa Mariana

- Na Paraíba, Campina Grande

- Em Goiás, Itauçu

- No Rio Grande do Norte, Jucurutu

- Hoje é também o aniversário do Estado de Mato Grosso do Sul


Fonte: IBGE. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;