Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 14 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Dúvidas e certezas


Márcio Bernardes

10/10/2019 | 17:27


Depois do passeio que tomou do Santos, o caldo de Alexandre Mattos esquentou ainda mais junto aos torcedores. E o caldo do presidente Maurício Galiotti também vai ferver com os conselheiros do Palmeiras.

É inacreditável que esse grupo, cantado em prosa e verso no começo do ano, tenha chegado esfarrapado à 24ª. Rodada do Brasileiro. Teve gente que falou na conquista das quatro coroas: Paulista, Copa do Brasil, Libertadores e Brasileiro. Três delas já voaram.

Alguma coisa precisa ser feita. O Brasileiro ainda não está perdido, mas tem dedar um choque nos jogadores palmeirenses.

Enquanto isso, outra pergunta que não quer calar é sobre o Santos. Será que o time, agora na segunda colocação, conseguirá manter nas próximas rodadas o futebol brilhante que se viu quarta-feira na Vila Belmiro?

Não mudou nada

Neymar continua dando declarações polêmicas. A impressão que fica é que ele se considera a última bolacha do pacote. Em Cingapura criticou os críticos que afirmam, com razão, que ele é protegido do técnico Tite.

O atacante será em breve o segundo maior goleador da seleção brasileira. Vai ultrapassar Zico, Romário e Ronaldo. Ficará atrás apenas de Pelé. Não é pouca coisa. Ele está parecendo um certo sujeito que quando incomodado por alguma pergunta de um repórter, fala que a mídia é esgoto, tendenciosa e maledicente. Esse papo já está cansando.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dúvidas e certezas

Márcio Bernardes

10/10/2019 | 17:27


Depois do passeio que tomou do Santos, o caldo de Alexandre Mattos esquentou ainda mais junto aos torcedores. E o caldo do presidente Maurício Galiotti também vai ferver com os conselheiros do Palmeiras.

É inacreditável que esse grupo, cantado em prosa e verso no começo do ano, tenha chegado esfarrapado à 24ª. Rodada do Brasileiro. Teve gente que falou na conquista das quatro coroas: Paulista, Copa do Brasil, Libertadores e Brasileiro. Três delas já voaram.

Alguma coisa precisa ser feita. O Brasileiro ainda não está perdido, mas tem dedar um choque nos jogadores palmeirenses.

Enquanto isso, outra pergunta que não quer calar é sobre o Santos. Será que o time, agora na segunda colocação, conseguirá manter nas próximas rodadas o futebol brilhante que se viu quarta-feira na Vila Belmiro?

Não mudou nada

Neymar continua dando declarações polêmicas. A impressão que fica é que ele se considera a última bolacha do pacote. Em Cingapura criticou os críticos que afirmam, com razão, que ele é protegido do técnico Tite.

O atacante será em breve o segundo maior goleador da seleção brasileira. Vai ultrapassar Zico, Romário e Ronaldo. Ficará atrás apenas de Pelé. Não é pouca coisa. Ele está parecendo um certo sujeito que quando incomodado por alguma pergunta de um repórter, fala que a mídia é esgoto, tendenciosa e maledicente. Esse papo já está cansando.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;