Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Biles leva 5º título mundial individual geral e Flávia Saraiva é sétima



10/10/2019 | 15:06


A norte-americana Simone Biles conquistou seu quinto título na disputa do individual geral no Mundial de Ginástica Artística, sublinhando seu status de clara favorita para faturar a medalha de ouro olímpica do próximo ano. Já a brasileira Flávia Saraiva terminou a final desta quinta-feira na sétima colocação.

A ginasta dos Estaods Unidos marcou 58,999 pontos para terminar 2,1 pontos à frente da chinesa Tang Xijing. Angelina Melnikova, da Rússia, ficou em terceiro, com 56,399. E Flávia conseguiu 55,732.

A margem de vitória de Biles foi a maior na disputa do individual geral, e igualou sua vantagem na Olimpíada de 2016, antes de tirar um ano de folga. Ele ganha esta prova desde 2013 no Mundial, tendo ficado fora da competição em 2017.

"Não foi minha melhor rotina, mas penso que foi divertido", disse. "Sinto que agora estou realmente confiante na minha ginástica e nas minhas performances, então sinto que provavelmente estou mais hoje do que estava na Olimpíada."

Nenhuma outra mulher ganhou mais de três títulos do individual geral. A vitória de Biles foi a sétima consecutiva para os Estados Unidos nessa série, igualando o recorde da União Soviética em Mundiais nas décadas 1970 e 1980.

Flávia teve sua maior pontuação no cavalo, com 14,466,sendo a 11ª entre as participantes da final. Ela foi a terceira melhor na trave, com 14,033. Obteve 13.933 no solo, a quarta melhor pontuação, e 13,300 nas barras assimétricas, ficando na 17ª colocação.

Prata, Xijing não iria competir na quinta-feira, mas se tornou a primeira chinesa medalhista no individual geral em oito anos. Ela havia sido a terceira melhor da China no qualificatório, com apenas dois atletas por país sendo permitidos na final. No entanto, Tang substituiu a compatriota Liu Tingting, que caiu duas vezes na final por equipes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Biles leva 5º título mundial individual geral e Flávia Saraiva é sétima


10/10/2019 | 15:06


A norte-americana Simone Biles conquistou seu quinto título na disputa do individual geral no Mundial de Ginástica Artística, sublinhando seu status de clara favorita para faturar a medalha de ouro olímpica do próximo ano. Já a brasileira Flávia Saraiva terminou a final desta quinta-feira na sétima colocação.

A ginasta dos Estaods Unidos marcou 58,999 pontos para terminar 2,1 pontos à frente da chinesa Tang Xijing. Angelina Melnikova, da Rússia, ficou em terceiro, com 56,399. E Flávia conseguiu 55,732.

A margem de vitória de Biles foi a maior na disputa do individual geral, e igualou sua vantagem na Olimpíada de 2016, antes de tirar um ano de folga. Ele ganha esta prova desde 2013 no Mundial, tendo ficado fora da competição em 2017.

"Não foi minha melhor rotina, mas penso que foi divertido", disse. "Sinto que agora estou realmente confiante na minha ginástica e nas minhas performances, então sinto que provavelmente estou mais hoje do que estava na Olimpíada."

Nenhuma outra mulher ganhou mais de três títulos do individual geral. A vitória de Biles foi a sétima consecutiva para os Estados Unidos nessa série, igualando o recorde da União Soviética em Mundiais nas décadas 1970 e 1980.

Flávia teve sua maior pontuação no cavalo, com 14,466,sendo a 11ª entre as participantes da final. Ela foi a terceira melhor na trave, com 14,033. Obteve 13.933 no solo, a quarta melhor pontuação, e 13,300 nas barras assimétricas, ficando na 17ª colocação.

Prata, Xijing não iria competir na quinta-feira, mas se tornou a primeira chinesa medalhista no individual geral em oito anos. Ela havia sido a terceira melhor da China no qualificatório, com apenas dois atletas por país sendo permitidos na final. No entanto, Tang substituiu a compatriota Liu Tingting, que caiu duas vezes na final por equipes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;