Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Cessão onerosa é grande acordo político, é a nova política, diz Guedes



10/10/2019 | 13:27


O ministro da Economia, Paulo Guedes, elogiou a votação no Congresso que aprovou projeto de lei que trata da partilha em fração igual dos recursos da cessão onerosa para Estados e municípios. "Quero celebrar acordo entre Câmara e Senado e dizer que nossa classe política está de parabéns", afirmou nesta quinta-feira, 10.

Na sua avaliação, os acordos estão sendo fechados em bases orgânicas, dentro de uma nova política, "extremamente republicana". "A cessão onerosa é o grande acordo político, é a nova política", enfatizou.

Pelo projeto aprovado, os municípios poderão usar o dinheiro a ser recebido para cobrir o rombo previdenciário ou para fazer investimentos.

Já os governadores ficarão mais engessados no uso do recurso e terão de usar a verba prioritariamente para pagar dívidas da Previdência.

"Essa medida vai reduzir o déficit fiscal nesse primeiro ano", celebrou Guedes. "Quando me perguntam qual a meta de déficit fiscal, eu digo que é zero. Não deu para zerar, mas vamos tentar sempre o maior possível."

Segundo ele, não faz mal "mirar nas estrelas e acertar a lua", disse, durante o Fórum de Investimentos Brasil 2019.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cessão onerosa é grande acordo político, é a nova política, diz Guedes


10/10/2019 | 13:27


O ministro da Economia, Paulo Guedes, elogiou a votação no Congresso que aprovou projeto de lei que trata da partilha em fração igual dos recursos da cessão onerosa para Estados e municípios. "Quero celebrar acordo entre Câmara e Senado e dizer que nossa classe política está de parabéns", afirmou nesta quinta-feira, 10.

Na sua avaliação, os acordos estão sendo fechados em bases orgânicas, dentro de uma nova política, "extremamente republicana". "A cessão onerosa é o grande acordo político, é a nova política", enfatizou.

Pelo projeto aprovado, os municípios poderão usar o dinheiro a ser recebido para cobrir o rombo previdenciário ou para fazer investimentos.

Já os governadores ficarão mais engessados no uso do recurso e terão de usar a verba prioritariamente para pagar dívidas da Previdência.

"Essa medida vai reduzir o déficit fiscal nesse primeiro ano", celebrou Guedes. "Quando me perguntam qual a meta de déficit fiscal, eu digo que é zero. Não deu para zerar, mas vamos tentar sempre o maior possível."

Segundo ele, não faz mal "mirar nas estrelas e acertar a lua", disse, durante o Fórum de Investimentos Brasil 2019.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;