Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Compadre Washington é acusado de abandono afetivo e de atrasar pensão do filho, de nove anos de idade



09/10/2019 | 16:11


Compadre Washington, do É O Tchan, foi acionado judicialmente pela estudante de enfermagem Débora Souza, que é mãe de um filho de nove anos de idade com o cantor.

De acordo com a colunista Fábia Oliveira, a mulher pede que Compadre Washington pague de forma integral a pensão, já que os depósitos estão sendo feitos de forma irregular. Para a colunista, Débora, que conheceu o cantor em 2006 em uma rede social, disse:

Ficou acordado que ele pagaria a pensão no valor de dois salários mínimos [aproximadamente dois mil reais]. Dentro desses dois salários já vem incluso o valor do plano de saúde, que meu filho precisa porque sofre de problemas respiratórios. Só que ele vem descumprindo esse acordo. Já chegou a ficar devendo três meses. Quando noticiei os atrasos uma vez, na internet, em um instante fizeram o depósito. Depois ficam depositando de dois em dois meses. Agora, dia 10 [de outubro], vão completar mais dois meses de atraso, e ainda assim quando depositam não colocam o valor integral. Apenas parcial. Ele vai depositando pela metade e isso gera multa - que eles não depositam logo também. Com isso, vai prejudicando a vida do meu filho e, consequentemente a minha, porque o que era pra nós dois estarmos arcando, eu estou arcando sozinha, e isso me desorganiza totalmente. Fora o abandono afetivo.

Ela afirma que ele não registrou o menino e pediu, também, um teste de DNA para se certificar de que era filho dele, além de tê-la deixado sozinha durante toda a gravidez. Eita!

Essa, inclusive, não é a primeira vez que Compadre Washington se envolve em um processo devido a falta de pagamento da pensão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Compadre Washington é acusado de abandono afetivo e de atrasar pensão do filho, de nove anos de idade


09/10/2019 | 16:11


Compadre Washington, do É O Tchan, foi acionado judicialmente pela estudante de enfermagem Débora Souza, que é mãe de um filho de nove anos de idade com o cantor.

De acordo com a colunista Fábia Oliveira, a mulher pede que Compadre Washington pague de forma integral a pensão, já que os depósitos estão sendo feitos de forma irregular. Para a colunista, Débora, que conheceu o cantor em 2006 em uma rede social, disse:

Ficou acordado que ele pagaria a pensão no valor de dois salários mínimos [aproximadamente dois mil reais]. Dentro desses dois salários já vem incluso o valor do plano de saúde, que meu filho precisa porque sofre de problemas respiratórios. Só que ele vem descumprindo esse acordo. Já chegou a ficar devendo três meses. Quando noticiei os atrasos uma vez, na internet, em um instante fizeram o depósito. Depois ficam depositando de dois em dois meses. Agora, dia 10 [de outubro], vão completar mais dois meses de atraso, e ainda assim quando depositam não colocam o valor integral. Apenas parcial. Ele vai depositando pela metade e isso gera multa - que eles não depositam logo também. Com isso, vai prejudicando a vida do meu filho e, consequentemente a minha, porque o que era pra nós dois estarmos arcando, eu estou arcando sozinha, e isso me desorganiza totalmente. Fora o abandono afetivo.

Ela afirma que ele não registrou o menino e pediu, também, um teste de DNA para se certificar de que era filho dele, além de tê-la deixado sozinha durante toda a gravidez. Eita!

Essa, inclusive, não é a primeira vez que Compadre Washington se envolve em um processo devido a falta de pagamento da pensão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;