Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Dólar segue em baixa com otimismo sobre Previdência e relação EUA e China

Arquivo/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


09/10/2019 | 10:11


O dólar volta a operar em baixa no mercado doméstico nesta quarta-feira, 9. Os agentes de câmbio respondem com otimismo ao acordo da cessão onerosa fechado na véspera e que abre o caminho para a votação em segundo turno da reforma da Previdência no Senado. Além disso, há expectativas com um possível entendimento entre Estados Unidos e China, que retomam negociações comerciais nesta quinta-feira (10).

O mercado de câmbio monitora ainda a queda dos juros futuros, na esteira da deflação do IPCA de setembro, que caiu 0,04%, abaixo da mediana das projeções do mercado (0,02%) e no piso do intervalo (-0,04% A +0,18%). O indicador de inflação oficial do País acumulou alta de 2,89% em 12 meses. Neste caso, o resultado também veio abaixo da mediana das projeções (2,97%) e no piso do intervalo (2,89% A 3,20%). Os dados reforçam a percepção de espaço para Selic abaixo de 5% este ano.

No exterior, o dólar recua de forma geral entre moedas emergentes. Mais cedo, a exceção era a lira turca, que cedeu em relação à moeda americana mas recuperou fôlego, mesmo em meio a tensões depois que a Casa Branca afirmou que os turcos planejam uma invasão do norte da Síria, no domingo. Nesta quarta, o ministro de Defesa da Turquia, Hulusi Akar, afirmou que os preparativos para a invasão continuam. Às 9h28, o dólar estava a 5,8310 liras turcas, de 5,8366 liras turcas na terça.

No mesmo horário acima, o dólar à vista estava em R$ 4,0770 (-0,37%). O dólar futuro de novembro caía 0,45%, aos R$ 4,0830. Lá fora, o índice DXY recuava 0,11%. Em relação a divisas emergentes, a moeda americana também cedia a 19,5409 pesos mexicanos, a 64,8636 rublos russos e a 15,1476 rands sul-africanos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dólar segue em baixa com otimismo sobre Previdência e relação EUA e China


09/10/2019 | 10:11


O dólar volta a operar em baixa no mercado doméstico nesta quarta-feira, 9. Os agentes de câmbio respondem com otimismo ao acordo da cessão onerosa fechado na véspera e que abre o caminho para a votação em segundo turno da reforma da Previdência no Senado. Além disso, há expectativas com um possível entendimento entre Estados Unidos e China, que retomam negociações comerciais nesta quinta-feira (10).

O mercado de câmbio monitora ainda a queda dos juros futuros, na esteira da deflação do IPCA de setembro, que caiu 0,04%, abaixo da mediana das projeções do mercado (0,02%) e no piso do intervalo (-0,04% A +0,18%). O indicador de inflação oficial do País acumulou alta de 2,89% em 12 meses. Neste caso, o resultado também veio abaixo da mediana das projeções (2,97%) e no piso do intervalo (2,89% A 3,20%). Os dados reforçam a percepção de espaço para Selic abaixo de 5% este ano.

No exterior, o dólar recua de forma geral entre moedas emergentes. Mais cedo, a exceção era a lira turca, que cedeu em relação à moeda americana mas recuperou fôlego, mesmo em meio a tensões depois que a Casa Branca afirmou que os turcos planejam uma invasão do norte da Síria, no domingo. Nesta quarta, o ministro de Defesa da Turquia, Hulusi Akar, afirmou que os preparativos para a invasão continuam. Às 9h28, o dólar estava a 5,8310 liras turcas, de 5,8366 liras turcas na terça.

No mesmo horário acima, o dólar à vista estava em R$ 4,0770 (-0,37%). O dólar futuro de novembro caía 0,45%, aos R$ 4,0830. Lá fora, o índice DXY recuava 0,11%. Em relação a divisas emergentes, a moeda americana também cedia a 19,5409 pesos mexicanos, a 64,8636 rublos russos e a 15,1476 rands sul-africanos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;