Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Petrobras pretende vender 8 refinarias e usar recursos para investir no pré-sal



08/10/2019 | 13:08


O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou nesta terça-feira, 8, que a companhia pretende usar os recursos levantados com a venda de oito refinarias para acelerar os investimentos na exploração do pré-sal que, segundo ele, trará mais retorno à empresa.

"Refinaria não é um negócio tão bom assim, porque exige um custo baixo e o custo de pessoal da Petrobras é alto. As maiores petroleiras do mundo inclusive venderam 30% da sua capacidade de refino nos últimos anos", afirmou o presidente da estatal, em audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados.

Castello Branco alegou ainda que, apesar da venda de ativos no setor, não sairá totalmente do negócio de refino. "Contemplamos, por exemplo, o crescimento no setor de petroquímica no futuro, utilizando as reservas de gás do pré-sal", completou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Petrobras pretende vender 8 refinarias e usar recursos para investir no pré-sal


08/10/2019 | 13:08


O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou nesta terça-feira, 8, que a companhia pretende usar os recursos levantados com a venda de oito refinarias para acelerar os investimentos na exploração do pré-sal que, segundo ele, trará mais retorno à empresa.

"Refinaria não é um negócio tão bom assim, porque exige um custo baixo e o custo de pessoal da Petrobras é alto. As maiores petroleiras do mundo inclusive venderam 30% da sua capacidade de refino nos últimos anos", afirmou o presidente da estatal, em audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados.

Castello Branco alegou ainda que, apesar da venda de ativos no setor, não sairá totalmente do negócio de refino. "Contemplamos, por exemplo, o crescimento no setor de petroquímica no futuro, utilizando as reservas de gás do pré-sal", completou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;