Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Herdeiro da vaga de Ramon, Palhinha diz que deve ser neutro na Câmara

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Político do Avante assume cadeira no Legislativo de São Bernardo na sessão desta quarta e afirma que conversará com Alex, seu aliado, sobre postura na casa


Raphael Rocha
Do dgabc.com.br

08/10/2019 | 07:30


Roberto Palhinha (Avante), que herdará a cadeira de Ramon Ramos (PDT), morto no domingo, vítima de acidente de carro, disse que ainda conversará com o grupo político para saber qual postura vai adotar na Câmara de São Bernardo. Sua posse está marcada para quarta-feira (9), na sessão em que será realizada nova eleição para presidente do Legislativo. Ele afirmou que, por ora, será “neutro” com relação ao governo.

Parlamentar entre 2013 e 2016, Palhinha ficou na primeira suplência da coligação que elegeu somente Ramon. Depois do pleito, migrou para o grupo do deputado federal Alex Manente (Cidadania), enquanto o pedetista se tornou uma das principais figuras na gestão do prefeito Orlando Morando (PSDB) – Alex e Morando foram adversários no segundo turno da eleição de três anos atrás e seguem rivais políticos.

“Eu nunca vivi uma situação dessas. Eu tive, no ano passado, oportunidade de assumir interinamente o mandato por um afastamento pedido pelo Ramon e não quis. Vou ter de assumir desta vez, por questão legal, mas não estou nem um pouco confortável com essa situação. Eu preferiria que não fosse real”, discorreu o futuro vereador. Ele levou parte dos documentos para ser empossado à casa nesta segunda-feira e complementará a entrega nesta terça-feira.

Sobre o posicionamento político, Palhinha revelou que Morando o procurou para conversar e que, nesta terça-feira, tem reunião agendada com Alex. “Preciso ter calma e ver o que vou fazer. A princípio serei neutro, mas vou conversar com o Alex e ver o rumo que vou seguir. Isso (diálogo com Alex) não quer dizer que não estarei com o governo nem que estarei. Até porque preciso pensar no que é melhor politicamente para mim. Só que não dá nem para pensar por enquanto”, comentou Palhinha, que recebeu 2.614 votos em 2016.

O futuro vereador lembrou da amizade que tinha com Ramon e declarou que entrou em contato com a família para avisar que, se alguém precisar, abrirá vagas no gabinete para nomeações. “Ele sempre dizia que eu era o irmão que ele nunca teve. A gente viajava junto, era amigo mesmo. Estou super triste com o que aconteceu, sem acreditar. E não vou deixar a família dele desamparada.”

A posse de Palhinha provocará mudança na correlação de forças na Câmara de São Bernardo. Isso porque, com Ramon, o governo tinha 18 vereadores na base de sustentação, exatamente dois terços da casa, quórum exigido para votações de projetos mais polêmicos. Se Palhinha confirmar que ficará como independente, o bloco neutro mais a oposição somarão 11 vereadores.

Enquanto Ramon representava o Rudge Ramos e a Vila Vivaldi, Palhinha tem atuação nos bairros Vila Rosa e Independência. Ele é ligado ao Mesc, tradicional clube esportivo da cidade. Tem 53 anos e é pequeno empresário. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Herdeiro da vaga de Ramon, Palhinha diz que deve ser neutro na Câmara

Político do Avante assume cadeira no Legislativo de São Bernardo na sessão desta quarta e afirma que conversará com Alex, seu aliado, sobre postura na casa

Raphael Rocha
Do dgabc.com.br

08/10/2019 | 07:30


Roberto Palhinha (Avante), que herdará a cadeira de Ramon Ramos (PDT), morto no domingo, vítima de acidente de carro, disse que ainda conversará com o grupo político para saber qual postura vai adotar na Câmara de São Bernardo. Sua posse está marcada para quarta-feira (9), na sessão em que será realizada nova eleição para presidente do Legislativo. Ele afirmou que, por ora, será “neutro” com relação ao governo.

Parlamentar entre 2013 e 2016, Palhinha ficou na primeira suplência da coligação que elegeu somente Ramon. Depois do pleito, migrou para o grupo do deputado federal Alex Manente (Cidadania), enquanto o pedetista se tornou uma das principais figuras na gestão do prefeito Orlando Morando (PSDB) – Alex e Morando foram adversários no segundo turno da eleição de três anos atrás e seguem rivais políticos.

“Eu nunca vivi uma situação dessas. Eu tive, no ano passado, oportunidade de assumir interinamente o mandato por um afastamento pedido pelo Ramon e não quis. Vou ter de assumir desta vez, por questão legal, mas não estou nem um pouco confortável com essa situação. Eu preferiria que não fosse real”, discorreu o futuro vereador. Ele levou parte dos documentos para ser empossado à casa nesta segunda-feira e complementará a entrega nesta terça-feira.

Sobre o posicionamento político, Palhinha revelou que Morando o procurou para conversar e que, nesta terça-feira, tem reunião agendada com Alex. “Preciso ter calma e ver o que vou fazer. A princípio serei neutro, mas vou conversar com o Alex e ver o rumo que vou seguir. Isso (diálogo com Alex) não quer dizer que não estarei com o governo nem que estarei. Até porque preciso pensar no que é melhor politicamente para mim. Só que não dá nem para pensar por enquanto”, comentou Palhinha, que recebeu 2.614 votos em 2016.

O futuro vereador lembrou da amizade que tinha com Ramon e declarou que entrou em contato com a família para avisar que, se alguém precisar, abrirá vagas no gabinete para nomeações. “Ele sempre dizia que eu era o irmão que ele nunca teve. A gente viajava junto, era amigo mesmo. Estou super triste com o que aconteceu, sem acreditar. E não vou deixar a família dele desamparada.”

A posse de Palhinha provocará mudança na correlação de forças na Câmara de São Bernardo. Isso porque, com Ramon, o governo tinha 18 vereadores na base de sustentação, exatamente dois terços da casa, quórum exigido para votações de projetos mais polêmicos. Se Palhinha confirmar que ficará como independente, o bloco neutro mais a oposição somarão 11 vereadores.

Enquanto Ramon representava o Rudge Ramos e a Vila Vivaldi, Palhinha tem atuação nos bairros Vila Rosa e Independência. Ele é ligado ao Mesc, tradicional clube esportivo da cidade. Tem 53 anos e é pequeno empresário. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;