Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Crédito para empresas na zona do euro ganha força em agosto



26/09/2019 | 08:47


A concessão de empréstimos bancários para empresas da zona do euro ganhou força no mês passado, sugerindo uma reação da economia da região, apesar de crescentes ameaças externas.

Dados do Banco Central Europeu (BCE) mostraram hoje que os empréstimos para companhias não financeiras tiveram expansão anual de 4,3% em agosto, depois de subirem 4% em julho.

Como a zona do euro depende fortemente de recursos de financiamento, analistas monitoram de perto dados sobre crédito como um indicador de saúde econômica.

No caso dos empréstimos para famílias, o acréscimo anual em agosto foi de 3,4%, repetindo a variação de julho.

Embora os empréstimos bancários da zona do euro tenham se recuperado das mínimas que atingiram em 2014, as taxas de crédito permanecem bem abaixo dos níveis pré-crise.

No último dia 12, o BCE anunciou um amplo pacote de novos estímulos monetários, que incluiu um corte de juros e a retomada de compras mensais de ativos, principalmente de bônus emitidos por governos da zona do euro.

A pesquisa do BCE também mostrou que a base monetária da zona do euro saltou 5,7% na comparação anual de agosto, após subir 5,1% em julho. Economistas consultados pelo Wall Street Journal haviam previsto um novo avanço de 5,1% para o mês passado. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Crédito para empresas na zona do euro ganha força em agosto


26/09/2019 | 08:47


A concessão de empréstimos bancários para empresas da zona do euro ganhou força no mês passado, sugerindo uma reação da economia da região, apesar de crescentes ameaças externas.

Dados do Banco Central Europeu (BCE) mostraram hoje que os empréstimos para companhias não financeiras tiveram expansão anual de 4,3% em agosto, depois de subirem 4% em julho.

Como a zona do euro depende fortemente de recursos de financiamento, analistas monitoram de perto dados sobre crédito como um indicador de saúde econômica.

No caso dos empréstimos para famílias, o acréscimo anual em agosto foi de 3,4%, repetindo a variação de julho.

Embora os empréstimos bancários da zona do euro tenham se recuperado das mínimas que atingiram em 2014, as taxas de crédito permanecem bem abaixo dos níveis pré-crise.

No último dia 12, o BCE anunciou um amplo pacote de novos estímulos monetários, que incluiu um corte de juros e a retomada de compras mensais de ativos, principalmente de bônus emitidos por governos da zona do euro.

A pesquisa do BCE também mostrou que a base monetária da zona do euro saltou 5,7% na comparação anual de agosto, após subir 5,1% em julho. Economistas consultados pelo Wall Street Journal haviam previsto um novo avanço de 5,1% para o mês passado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;