Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Fed deveria ter cortado juros em 50 ponto porcentual nesta semana, diz Bullard



20/09/2019 | 07:50


O presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) em St. Louis, James Bullard, defendeu hoje que o Fed deveria ter reduzido seus juros básicos em 0,50 ponto porcentual nesta semana.

Na quarta-feira (18), o BC americano cortou os juros em 0,25 ponto porcentual, para a faixa de 1,75% a 2%, num gesto amplamente esperado pelos mercados.

Em nota divulgada nesta sexta-feira para explicar seu voto dissidente, Bullard disse que um corte maior, de 0,50 ponto, serviria de "seguro contra novas quedas na inflação esperada e para uma economia em desaceleração sujeita a elevado riscos negativos".

Na visão de Bullard, uma redução mais agressiva dos juros também ajudaria a "promover o retorno mais rápido da inflação e das expectativas de inflação" para a meta do Fed, que é de uma taxa de 2%.

Apesar de ter discordado da decisão de reduzir os juros em 0,25 ponto, Bullard disse estar confiante de que o Fed continuará "monitorando os desdobramentos econômicos e respondendo de forma apropriada, de acordo com as circunstâncias econômicas".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fed deveria ter cortado juros em 50 ponto porcentual nesta semana, diz Bullard


20/09/2019 | 07:50


O presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) em St. Louis, James Bullard, defendeu hoje que o Fed deveria ter reduzido seus juros básicos em 0,50 ponto porcentual nesta semana.

Na quarta-feira (18), o BC americano cortou os juros em 0,25 ponto porcentual, para a faixa de 1,75% a 2%, num gesto amplamente esperado pelos mercados.

Em nota divulgada nesta sexta-feira para explicar seu voto dissidente, Bullard disse que um corte maior, de 0,50 ponto, serviria de "seguro contra novas quedas na inflação esperada e para uma economia em desaceleração sujeita a elevado riscos negativos".

Na visão de Bullard, uma redução mais agressiva dos juros também ajudaria a "promover o retorno mais rápido da inflação e das expectativas de inflação" para a meta do Fed, que é de uma taxa de 2%.

Apesar de ter discordado da decisão de reduzir os juros em 0,25 ponto, Bullard disse estar confiante de que o Fed continuará "monitorando os desdobramentos econômicos e respondendo de forma apropriada, de acordo com as circunstâncias econômicas".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;