Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Principal suspeito de vender prédios que caíram no Rio é preso



19/09/2019 | 12:52


Apontado como líder do grupo que vendeu os apartamentos que caíram na comunidade da Muzema, na zona oeste do Rio de Janeiro, em 12 de abril, José Bezerra de Lira foi preso nesta quarta-feira, 18, em um sítio em Afogados da Ingazeira, no sertão de Pernambuco.

Foragido desde maio, Zé do Rolo, como também é conhecido, estava com espingardas e munições e tentou resistir à prisão, mas o policiamento cercou a propriedade e conseguiu deter o suspeito.

Nesta quinta-feira, 19, o homem passou por audiência de custódia por causa do flagrante de porte ilegal de arma de fogo. À tarde, Lira será transferido para o Presídio Advogado Brito Alves, em Arcoverde, a 124 quilômetros de Afogados da Ingazeira.

Zé do Rolo afirmou aos policiais que estava foragido por causa do medo da milícia na capital fluminense, onde os dois prédios construídos em área de risco desabaram e causaram 24 mortes.

A Polícia Militar de Afogados da Ingazeira não informou quando Zé do Rolo será transferido para o Rio. A delegada responsável pela investigação, Adriana Belém, disse à imprensa que está trabalhando nos trâmites legais. Além de Lira, Rafael Gomes da Costa e Renato Siqueira Ribeiro, indiciados por homicídio com dolo eventual, tiveram prisão decretada pela Justiça em abril.

Em maio, Costa se entregou no Rio e, em julho, a Polícia Civil prendeu Ribeiro em Nova Friburgo.

Além das 24 mortes, os três suspeitos devem ser investigados pelos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa. A polícia afirma que os suspeitos assumiram a culpa pelas mortes ao vender os apartamentos em zona de risco.

A Polícia Militar também investiga venda de imóvel pela mesma milícia em áreas do Nordeste, mas não adiantou informações.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Principal suspeito de vender prédios que caíram no Rio é preso


19/09/2019 | 12:52


Apontado como líder do grupo que vendeu os apartamentos que caíram na comunidade da Muzema, na zona oeste do Rio de Janeiro, em 12 de abril, José Bezerra de Lira foi preso nesta quarta-feira, 18, em um sítio em Afogados da Ingazeira, no sertão de Pernambuco.

Foragido desde maio, Zé do Rolo, como também é conhecido, estava com espingardas e munições e tentou resistir à prisão, mas o policiamento cercou a propriedade e conseguiu deter o suspeito.

Nesta quinta-feira, 19, o homem passou por audiência de custódia por causa do flagrante de porte ilegal de arma de fogo. À tarde, Lira será transferido para o Presídio Advogado Brito Alves, em Arcoverde, a 124 quilômetros de Afogados da Ingazeira.

Zé do Rolo afirmou aos policiais que estava foragido por causa do medo da milícia na capital fluminense, onde os dois prédios construídos em área de risco desabaram e causaram 24 mortes.

A Polícia Militar de Afogados da Ingazeira não informou quando Zé do Rolo será transferido para o Rio. A delegada responsável pela investigação, Adriana Belém, disse à imprensa que está trabalhando nos trâmites legais. Além de Lira, Rafael Gomes da Costa e Renato Siqueira Ribeiro, indiciados por homicídio com dolo eventual, tiveram prisão decretada pela Justiça em abril.

Em maio, Costa se entregou no Rio e, em julho, a Polícia Civil prendeu Ribeiro em Nova Friburgo.

Além das 24 mortes, os três suspeitos devem ser investigados pelos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa. A polícia afirma que os suspeitos assumiram a culpa pelas mortes ao vender os apartamentos em zona de risco.

A Polícia Militar também investiga venda de imóvel pela mesma milícia em áreas do Nordeste, mas não adiantou informações.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;