Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Dirigentes do Inter garantem permanência de Hellmann e miram título brasileiro



19/09/2019 | 00:46


A decepção de perder um título nacional diante de sua torcida não deve abalar a estabilidade de Odair Hellmann à frente do Internacional. Foi o que garantiram os dirigentes do clube gaúcho na noite desta quarta-feira, após a derrota por 2 a 1 para o Athletico-PR, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Com vitória nos dois jogos da final, o time paranaense se sagrou campeão da Copa do Brasil pela primeira vez.

"Nós só chegamos aqui porque estamos vindo de uma sequência de trabalho. E vamos dar continuidade até o final do ano, neste ciclo, com o técnico Odair Hellmann", assegurou o vice-presidente de futebol Roberto Melo, o primeiro a falar na entrevista coletiva.

O dirigente foi além ao defender o seu técnico, novato ainda no cargo, com apenas três anos de experiência. "Nos vestiários nós todos já conversamos, tanto com o Odair como os jogadores, de que a partir de amanhã quinta precisamos reagir. Temos que entrar de cabeça no Campeonato Brasileiro, onde estamos em quarto lugar. É uma boa colocação e temos todo o returno para brigar pelo título, que é o que nos sobrou neste resto de temporada", explicou Melo.

O dirigente citou como modelo o próprio Athletico, campeão inédito da Copa do Brasil. "Eles estão desenvolvendo um trabalho diferente há três anos. No ano passado já foram campeões da Copa Sul-Americana e agora levam, com méritos, o título da Copa do Brasil. Nós precisamos fazer o mesmo aqui no Internacional", completou.

O presidente Marcelo Medeiros foi mais político e preferiu enaltecer o adversário: "O Athletico vem num processo de crescimento e conquistou o título com muita justiça. E quero dar um recado ao nosso torcedor de que a gente está doído, está magoado. Não gostamos do rendimento do time nesta decisão e a resposta tem que ser dada no domingo. Agora só temos uma única competição. A nossa meta é terminar melhor do que nesta primeira fase. Nós não fizemos uma boa partida, em especial no segundo tempo", analisou o dirigente.

Com 33 pontos, em quarto lugar no Brasileirão, o Internacional ainda vai ter o returno todo para perseguir o líder Flamengo, atualmente com 42 pontos. Ou ultrapassar os outros concorrentes, como o Palmeiras (39) e Santos (37). No domingo cedo, às 11 horas, o Internacional vai receber a Chapecoense.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;