Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Guedes e Roberto Azevêdo conversam sobre ataque a refinarias na Arábia Saudita



17/09/2019 | 18:51


O ataque a refinarias na Arábia Saudita no último final de semana foi um dos temas debatidos entre o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, em visita de cortesia realizada nesta terça-feira na sede da pasta. "O ataque às refinarias sauditas já afetou o preço do petróleo no mercado internacional e terá consequências econômicas e pode aumentar a instabilidade naquela região", avaliou Azevêdo após o encontro. "A economia global está repleta de incertezas e os investidores são a mola fundamental para o crescimento da economia global. É importante tentar reduzir as tensões comerciais e geopolíticas", completou o diretor-geral da OMC.

Segundo Azevêdo, a conversa também tratou das reformas econômicas que vêm sendo debatidas no Brasil e dos acordos econômicos que o País vem firmando com parceiros internacionais. "É um momento de transição para o Brasil com reformas que vêm em um movimento saudável de redução dos custos para se transacionar no País. Os diversos acordos comerciais buscam a abertura do mercado brasileiro e as reformas são importantes para a redução de custo e aumento da competitividade da economia do País", completou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guedes e Roberto Azevêdo conversam sobre ataque a refinarias na Arábia Saudita


17/09/2019 | 18:51


O ataque a refinarias na Arábia Saudita no último final de semana foi um dos temas debatidos entre o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, em visita de cortesia realizada nesta terça-feira na sede da pasta. "O ataque às refinarias sauditas já afetou o preço do petróleo no mercado internacional e terá consequências econômicas e pode aumentar a instabilidade naquela região", avaliou Azevêdo após o encontro. "A economia global está repleta de incertezas e os investidores são a mola fundamental para o crescimento da economia global. É importante tentar reduzir as tensões comerciais e geopolíticas", completou o diretor-geral da OMC.

Segundo Azevêdo, a conversa também tratou das reformas econômicas que vêm sendo debatidas no Brasil e dos acordos econômicos que o País vem firmando com parceiros internacionais. "É um momento de transição para o Brasil com reformas que vêm em um movimento saudável de redução dos custos para se transacionar no País. Os diversos acordos comerciais buscam a abertura do mercado brasileiro e as reformas são importantes para a redução de custo e aumento da competitividade da economia do País", completou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;