Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Sincopetro-SP: Postos mantêm preços da gasolina e diesel inalterados em São Paulo



17/09/2019 | 16:52


Representante dos postos de revenda de combustíveis do Estado de São Paulo, José Alberto Gouveia, presidente do Sincopetro-SP, disse que os preços da gasolina e do óleo diesel vão subir apenas se a Petrobras reajustar sua tabela nas refinarias e se as distribuidoras repassarem o aumento. "Até o momento, está tudo como estava", complementou.

Ele negou que a simples notícia de alta do petróleo no mercado internacional seja capaz de influenciar as vendas no País. Para comprovar que não houve oportunismo por parte de alguns postos nos últimos dias, em função da alta da commodity no mercado internacional, 16 funcionários do Sincopetro-SP percorreram ruas da cidade de São Paulo para ver se algum revendedor tinha reajustado seus valores. E, segundo Gouveia, não foi constatado alta de preços.

Ele argumenta ainda que a maior parte da venda dos postos, 65%, está concentrada no etanol e não na gasolina e no diesel. Portanto, a receita da revenda também está concentrada no combustível. Se os derivados de petróleo ficarem mais caros nos próximos dias, o esperado é que o comércio de etanol cresça ainda mais, afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sincopetro-SP: Postos mantêm preços da gasolina e diesel inalterados em São Paulo


17/09/2019 | 16:52


Representante dos postos de revenda de combustíveis do Estado de São Paulo, José Alberto Gouveia, presidente do Sincopetro-SP, disse que os preços da gasolina e do óleo diesel vão subir apenas se a Petrobras reajustar sua tabela nas refinarias e se as distribuidoras repassarem o aumento. "Até o momento, está tudo como estava", complementou.

Ele negou que a simples notícia de alta do petróleo no mercado internacional seja capaz de influenciar as vendas no País. Para comprovar que não houve oportunismo por parte de alguns postos nos últimos dias, em função da alta da commodity no mercado internacional, 16 funcionários do Sincopetro-SP percorreram ruas da cidade de São Paulo para ver se algum revendedor tinha reajustado seus valores. E, segundo Gouveia, não foi constatado alta de preços.

Ele argumenta ainda que a maior parte da venda dos postos, 65%, está concentrada no etanol e não na gasolina e no diesel. Portanto, a receita da revenda também está concentrada no combustível. Se os derivados de petróleo ficarem mais caros nos próximos dias, o esperado é que o comércio de etanol cresça ainda mais, afirmou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;