Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Indústria paulista fecha 5 mil vagas de empregos em agosto, revela Fiesp



17/09/2019 | 11:27


A indústria paulista fechou 5 mil vagas de emprego em agosto, segundo a pesquisa da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp). Esse corte representou uma queda de 0,23% ante julho, com ajuste sazonal. No acumulado do ano, a indústria de São Paulo também acumula saldo negativo, em 5,5 mil postos.

Segundo o vice-presidente da Fiesp e do Ciesp, José Ricardo Roriz, o resultado do mês passado é convergente com a média para o mês de agosto, observada desde 2011, influenciada pelos setores de veículos e couro e calçados.

Em agosto de 2019, dos 29 setores analisados, 11 registraram demissão, 11 permaneceram estáveis e sete contrataram.

Os principais destaques negativos ficaram por conta de veículos automotores, reboques e carroceria (-1.598), couro e calçados (-1.426) e produtos de borracha e de material plástico (-1.419). No campo positivo ficaram, principalmente, produtos diversos (575); produtos de minerais não-metálicos (443) e celulose, papel e produtos de papel (372).

Regiões

Por regiões paulistas, o interior puxou o nível de emprego para baixo, com queda de 0,48%. Já a Grande São Paulo e o ABCD registraram avanço no período, de 0,25% e 0,11%, respectivamente, segundo a pesquisa.

Entre as 37 diretorias regionais do Ciesp, 24 (65%) apresentaram resultados negativos, oito ficaram estáveis e cinco apresentaram contratações.

O destaque negativo foi a cidade de Jaú (-3,63%), que fechou 900 vagas, influenciada pelos setores de produtos de metal (-17,65%) e artefatos de couro e calçados (-12,24%).

Por outro lado, a cidade com maior evolução no emprego industrial foi Diadema (0,91%), com abertura de 350 postos, beneficiada pelos segmentos de veículos automotores e autopeças (4,01%) e produtos têxteis (3,74%).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Indústria paulista fecha 5 mil vagas de empregos em agosto, revela Fiesp


17/09/2019 | 11:27


A indústria paulista fechou 5 mil vagas de emprego em agosto, segundo a pesquisa da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp). Esse corte representou uma queda de 0,23% ante julho, com ajuste sazonal. No acumulado do ano, a indústria de São Paulo também acumula saldo negativo, em 5,5 mil postos.

Segundo o vice-presidente da Fiesp e do Ciesp, José Ricardo Roriz, o resultado do mês passado é convergente com a média para o mês de agosto, observada desde 2011, influenciada pelos setores de veículos e couro e calçados.

Em agosto de 2019, dos 29 setores analisados, 11 registraram demissão, 11 permaneceram estáveis e sete contrataram.

Os principais destaques negativos ficaram por conta de veículos automotores, reboques e carroceria (-1.598), couro e calçados (-1.426) e produtos de borracha e de material plástico (-1.419). No campo positivo ficaram, principalmente, produtos diversos (575); produtos de minerais não-metálicos (443) e celulose, papel e produtos de papel (372).

Regiões

Por regiões paulistas, o interior puxou o nível de emprego para baixo, com queda de 0,48%. Já a Grande São Paulo e o ABCD registraram avanço no período, de 0,25% e 0,11%, respectivamente, segundo a pesquisa.

Entre as 37 diretorias regionais do Ciesp, 24 (65%) apresentaram resultados negativos, oito ficaram estáveis e cinco apresentaram contratações.

O destaque negativo foi a cidade de Jaú (-3,63%), que fechou 900 vagas, influenciada pelos setores de produtos de metal (-17,65%) e artefatos de couro e calçados (-12,24%).

Por outro lado, a cidade com maior evolução no emprego industrial foi Diadema (0,91%), com abertura de 350 postos, beneficiada pelos segmentos de veículos automotores e autopeças (4,01%) e produtos têxteis (3,74%).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;