Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Oposição diz que diálogo com chavismo mediado pela Noruega está encerrado



17/09/2019 | 06:02


O líder opositor venezuelano Juan Guaidó anunciou que o mecanismo de diálogo com o governo de Nicolás Maduro, mediado pela Noruega, "se esgotou", diante da negativa da delegação chavista de voltar à mesa de negociações.

As conversas em busca de saídas para a grave crise política e econômica venezuelana, que começaram na Noruega e se transferiram para Barbados, estão congeladas desde 7 de agosto por decisão do governo. "Maduro abandonou o processo de negociação com desculpas falaciosas", disse Guaidó.

"Aqueles que usurpam o poder, bloquearam uma saída pacífica, rechaçando discutir uma proposta sensata feita por nossa delegação para pôr fim ao conflito." (Com agências internacionais)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Oposição diz que diálogo com chavismo mediado pela Noruega está encerrado


17/09/2019 | 06:02


O líder opositor venezuelano Juan Guaidó anunciou que o mecanismo de diálogo com o governo de Nicolás Maduro, mediado pela Noruega, "se esgotou", diante da negativa da delegação chavista de voltar à mesa de negociações.

As conversas em busca de saídas para a grave crise política e econômica venezuelana, que começaram na Noruega e se transferiram para Barbados, estão congeladas desde 7 de agosto por decisão do governo. "Maduro abandonou o processo de negociação com desculpas falaciosas", disse Guaidó.

"Aqueles que usurpam o poder, bloquearam uma saída pacífica, rechaçando discutir uma proposta sensata feita por nossa delegação para pôr fim ao conflito." (Com agências internacionais)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;