Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Motorista de aplicativo é assassinada com tiro no pescoço em Diadema


Do Dgabc.com.br

16/09/2019 | 08:04


A motorista de aplicativo Adriana Márcia de Almeida, 46 anos, foi assassinada com um tiro no pescoço na noite deste domingo (15), enquanto trabalhava no Jardim Casa Grande, em Diadema.

De acordo com a ocorrência, por volta das 23h Adriana atendeu a uma chamada no local. Segundo testemunhas, a motorista estava bucando duas mulheres em um baile funk e, quando as passageiras entraram no carro, um homem armado abordou a vítima, que acelerou o veículo na tentativa de fugir, e foi atingida.

O suspeito do assassinato encontra-se foragido. Antes ao crime, no mesmo endereço, outro motorista de aplicativo tinha sido assaltado. O socorro foi acionado, mas Adriana morreu no local. Ela dirigia um Nissan Tiida com placas de São Bernardo.

Cidade é campeã de roubo a motoristas de aplicativos

Com base em registros de boletim de ocorrência, levantamento feito pelo Diário, em março, mostrou que Diadema é o município mais perigoso do Grande ABC para motoristas de aplicativos. De acordo com a SSP (Secretaria da Segurança Pública), em 2018, nove em cada dez casos de roubo praticados contra esses profissionais durante o horário de serviço foram observados na cidade -- de 32 ocorrências registradas, 28 ocorreram em Diadema. Deste total, 11 crimes foram cometidos na área do Casa Grande. O bairro também lidera o ranking de locais mais perigosos na região para motoristas de aplicativos.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Motorista de aplicativo é assassinada com tiro no pescoço em Diadema

Do Dgabc.com.br

16/09/2019 | 08:04


A motorista de aplicativo Adriana Márcia de Almeida, 46 anos, foi assassinada com um tiro no pescoço na noite deste domingo (15), enquanto trabalhava no Jardim Casa Grande, em Diadema.

De acordo com a ocorrência, por volta das 23h Adriana atendeu a uma chamada no local. Segundo testemunhas, a motorista estava bucando duas mulheres em um baile funk e, quando as passageiras entraram no carro, um homem armado abordou a vítima, que acelerou o veículo na tentativa de fugir, e foi atingida.

O suspeito do assassinato encontra-se foragido. Antes ao crime, no mesmo endereço, outro motorista de aplicativo tinha sido assaltado. O socorro foi acionado, mas Adriana morreu no local. Ela dirigia um Nissan Tiida com placas de São Bernardo.

Cidade é campeã de roubo a motoristas de aplicativos

Com base em registros de boletim de ocorrência, levantamento feito pelo Diário, em março, mostrou que Diadema é o município mais perigoso do Grande ABC para motoristas de aplicativos. De acordo com a SSP (Secretaria da Segurança Pública), em 2018, nove em cada dez casos de roubo praticados contra esses profissionais durante o horário de serviço foram observados na cidade -- de 32 ocorrências registradas, 28 ocorreram em Diadema. Deste total, 11 crimes foram cometidos na área do Casa Grande. O bairro também lidera o ranking de locais mais perigosos na região para motoristas de aplicativos.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;